Tamanho do texto

Piloto britânico trocou de equipe na Fórmula 1 e agora guia um carro da Mercedes

Lewis Hamilton parece que está bem mais feliz na Mercedes do que na McLaren. De acordo com o piloto britânico, em entrevista concedida à Sky Itália, ele disse que sentia que havia uma "tampa" sobre ele na sua antiga equipe, coisa que não acontece agora guiando um carro da montadora alemã na Fórmula 1.

"É muito difícil de explicar. Lá na McLaren foi ótimo e eu fiquei por um período muito grande na equipe. Mas eu queria tentar algo novo. Aqui na Mercedes existe um ambiente diferente, há um sentimento diferente. Aqui eu não me sinto como se tivesse uma tampa sobre mim, estou totalmente em liberdade", disse Hamilton.

"É como quando você sai de casa e começa uma etapa de independência na sua vida. E eu sinto como se eu tivesse saído de casa. Em termos de corrida eu tenho que assumir este desafio, é mais um passo para esse novo período de indepenência", completou o piloto.

E Hamilton deixou claro que não se arrepende de ter trocado de equipe. "Estou muito feliz com a decisão que eu tomei e, independentemente dos comentários das pessoas, eu realmente sinto que tomei a decisão certa para mim e espero que ao longo do ano as pessoas comecem a ver que era a decisão certa".

Mesmo com o 5º lugar conquistado no GP da Austrália, o primeiro da temporada da F1, Lewis ficou satisfeito com seu rendimento e do carro. "Estou muito orgulhoso do meu time, temos feito um grande trabalho com o carro novo e me sinto muito otimista sobre as novas atualizações e os novos desenvolvimentos", finalizou o piloto.