Tamanho do texto

Brasileiro da Williams reconhece que seria difícil terminar entre os dez primeiros e espera ganhar posições com boa estratégia

O brasileiro Bruno Senna teve uma participação discreta no treino classificatório para o Grande Prêmio da Itália , realizado na manhã deste sábado (8). Para o piloto da Williams, no entanto, o desempenho que garantiu a 13ª colocação no grid ficou dentro do esperado.

Leia também: Em terceiro, Massa conquista seu melhor grid desde junho de 2011

"Tudo normal. Faltou um pouquinho do carro e também faltou um pouquinho na volta. Seria difícil passar para o Q3 hoje”, declarou o piloto brasileiro em entrevista à Rede Globo logo depois da prova.

"No Q1, parecia bom. O carro estava mais competitivo com os pneus duros do que com os pneus médio. Mas amanhã teremos vários jogos de pneus novos e precisamos fazer a estratégia funcionar. Vamos ver o que acontece", afirmou.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Pastor Maldonado, companheiro de Senna, também não passou ao Q3. O venezuelano fez o 12º tempo, mas vai largar em 22º por ter perdido dez posições no grid após punições aplicadas no GP da Bélgica da última semana.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O Grande Prêmio da Itália será às 9 horas (de Brasília) deste domingo (9). A pole position ficou com o britânico Lewis Hamilton, da McLaren, seguido pelo compatriota e companheiro de equipe Jenson Button.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.