Tamanho do texto

Espanhol critica Romain Grosjean e afirma que, apesar de abandonar a prova, pode considerar o domingo positivo por estar bem para a próxima corrida

A prova de Fernando Alonso no GP da Bélgica deste domingo (2) terminou logo na primeira curva. O forte acidente causado por Romain Grosjean deixou o piloto espanhol assustado, mas aliviado por não ter sofrido nenhuma lesão mais grave no momento em que o carro do francês passou voando em sua frente.

Leia também: Button vence na Bélgica em prova marcada por forte acidente

“Estou frustrado por causa dos pontos que perdi. Mas também tenho sorte porque poderei estar no carro daqui a cinco dias em Monza. Olhando para a imagem (do acidente), eu estava fazendo uma curva e poderia ter problemas com as mãos ou até com a cabeça, porque o carro (de Grosjean) estava muito próximo”, afirmou o piloto espanhol, que criticou o francês após o acidente, lembrando que não é a primeira vez que um choque é causado por ele. Por conta da batida, Grosejan foi punido e não poderá correr o GP da Itália , no próximo fim de semana. 

Deixe seu recado e comente esta notícia com outros leitores 

“O meu começo tinha sido bom. Eu ultrapassei os dois carros da Sauber e estava em terceiro. Então eu comecei a fazer a curva e senti como se um trem tivesse me atropelado. Foi uma grande, grande batida”, explicou o piloto, que também lamentou o estrago feito em sua Ferrari. “Acho que tudo em cima do carro ficou quebrado”.

O espanhol afirmou que não entendeu o que aconteceu para Grosjean ir parar em cima do seu carro. “Eu não sabia o que tinha acontecido até ver na TV, porque foi tão difícil de imaginar como a batida poderia ser tão forte ou como um carro poderia estar em cima de mim tão rapidamente”.

Siga o iG Automobilismo no Twitter 

Depois do choque, Alonso ainda ficou um tempo dentro do carro. “Fiquei no carro por alguns segundos porque estava com dor nas costas. Então vi um pouco de fogo e vieram com extintores, e eu decidi sair do carro porque eu não podia respirar com toda aquela fumaça”.

O espanhol aproveitou para fazer críticas ao piloto da Lotus e disse que sua forma de pilotar ainda é de alguém das categorias de base, o que explica o alto número de acidentes nos quais se envolve.

Apesar do mau resultado neste domingo, Alonso segue como líder do campeonato . Mas com uma vantagem menor para os adversários. A próxima etapa da Fórmula 1 acontece já no próximo fim de semana, na Itália. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.