Tamanho do texto

Espanhol afirma que conta com duas personalidades: o piloto Alonso e a pessoa Fernando

O principal nome da Fórmula 1 neste ano é, sem dúvidas, Fernando Alonso. O líder do campeonato tem feito grandes exibições e pode chegar ao tricampeonato nesta temporada. O espanhol, porém, ainda é visto como vilão em alguns países, depois da rivalidade criada dentro da pista com alguns pilotos.

Leia também: Massa pode dar prejuízo de 50 milhões de reais à Ferrari

Apesar disso, o espanhol afirmou não se importar com a imagem que a mídia e alguns torcedores britânicos criaram dele depois da rivalidade com Lewis Hamilton, principalmente em 2007. “Eu não ligo. É normal. Quando você está lutando contra pilotos de um país, é normal que isso aconteça. Isso aconteceu na Alemanha, também. Tudo estava bem até quando eu fui competitivo com o Michael (Schumacher). Daí os alemães ficaram bem de novo, até (Sebastian) Vettel chegar. Agora eu sou o cara mau de novo”, comentou em entrevista à revista britânica  Top Gear .

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Para o espanhol, o importante em situações como essa é saber separar suas personalidades e não misturar sua vida pessoal com o trabalho.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“É sempre sobre o Alonso piloto, nunca a pessoa Fernando. Porque eles não me conhecem. Eu sei que o piloto Alonso existe em um mundo falso. Ele estará lá por 12 ou 14 anos. A pessoa Fernando é para o resto da minha vida”, concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.