Tamanho do texto

Piloto alemão teve o giro mais veloz de três GPs deste ano, mas briga é equilibrada: oito pilotos já terminaram com a marca. Ferrari está fora da lista

Um dos indicadores de que esta é uma temporada de alta competitividade entre pilotos e equipes da Fórmula 1 é a estatística de voltas mais rápidas. Nas 11 primeiras provas de 2012, oito pilotos já conseguiram terminar com a marca mais veloz. O domínio é de Sebastian Vettel, que fez o giro mais rápido no Bahrein , no Canadá e na Hungria , última prova antes da pausa de agosto.

Leia também: Chefe da McLaren elogia Raikkonen: É um dos mais rápidos do mundo

Outro piloto que tem mostrado velocidade durante as provas é Kimi Raikkonen. Muito elogiado em seu retorno à Fórmula 1 , o finlandês da Lotus tem duas voltas mais rápidas: uma na prova chuvosa na Malásia e outra em Silverstone . Sua equipe, aliás, lidera esta estatística ao lado da Red Bull, já que Romain Grosjean fez o giro mais rápido em Barcelona . A ausência de poles e os números de voltas mais rápidas mostram como a Lotus tem conseguido um desempenho muito melhor nas provas do que em classificatórios .

Assim como a Lotus, a Sauber é outra equipe que se destaca, apesar de jamais ter feito uma pole position ou ter vencido um GP no ano. A equipe de Peter Sauber tem um bom desempenho durante as corridas, com duas melhores voltas, uma com cada um de seus pilotos: Kamui Kobayashi foi o mais veloz em Xangai , e Sergio Pérez, em Mônaco .

A Mercedes soma o mesmo número de voltas rápidas da Sauber. Nico Rosberg foi o mais veloz no GP da Europa, em Valência . Michael Schumacher conseguiu a marca correndo em casa: foi o mais veloz do dia no GP da Alemanha, em Hockenheim .

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

As decepções da primeira metade do ano são McLaren e Ferrari. A equipe britânica só conseguiu a marca na primeira prova do ano, com Jenson Button, na Austrália . A Ferrari, que reconheceu ter problemas de velocidade desde o começo do ano, ainda não conseguiu ter a volta mais rápida de uma prova. A equipe, que também não tem pole position na temporada, já venceu três vezes, com Fernando Alonso.

Normalmente, os giros mais velozes são cravados do meio para o fim das corridas. Sem o reabastecimento, os carros vão ficando mais leves durante a corrida. Com isso, os pilotos que conseguem se aproveitar de suas últimas paradas nos boxes cravam o giro com os pneus em melhor estado e o carro mais leve.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Apesar de curiosa, a volta mais rápida não tem representado muito nos resultados do fim de semana. O detentor da marca foi o vencedor da prova apenas duas vezes: Button, na Austrália, e Vettel, no Bahrein, onde tinha também feito a pole.

Confira abaixo quem fez a volta mais rápida das provas até a 11ª etapa da temporada:

Austrália – Jenson Button (McLaren)
Malásia – Kimi Raikkonen (Lotus)
China – Kamui Kobayashi (Sauber)
Bahrein – Sebastian Vettel (Red Bull)
Espanha – Romain Grosjean (Lotus)
Mônaco – Sergio Pérez (Sauber)
Canadá – Sebastian Vettel (Red Bull)
Valência – Nico Rosberg (Mercedes)
Grã-Bretanha – Kimi Raikkonen (Lotus)
Alemanha – Michael Schumacher (Mercedes)
Hungria – Sebastian Vettel (Red Bull)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.