Tamanho do texto

Ciente das dificuldades da Ferrari em pista seca, espanhol líder do campeonato afirma que sexto lugar no grid não deve ser menosprezado

Neste sábado (26), o líder da temporada 2012 da F1, Fernando Alonso, piloto da Ferrari, não conseguiu repetir as boas atuações dos últimos classificatórios e ficou apenas com a sexta colocação em Budapeste, Hungria. O espanhol, que ficou imediatamente à frente do brasileiro Felipe Massa, entretanto, disse estar satisfeito com o resultado.

Leia também: Hamilton domina classificatório e faz a pole para o GP da Hungria

"Nós estávamos esperando uma qualificação difícil e assim foi. Vimos pelo menos oito carros muito competitivos e, portanto, chegar ao Q3 já foi uma vitória. No Q3 conseguimos melhorar o desempenho do carro. Tivemos algumas dificuldades com a pressão dos pneus e com a asa dianteira. Infelizmente não consegui fazer a volta perfeita e perdi alguns décimos em algumas partes da pista. O vento estava mais forte do que nos treinos livres e eu acho que pegou todos de surpresa. Considerando tudo isso, o sexto lugar não deve ser menosprezado, muito pelo contrário. É verdade que as ultrapassagens são muito difíceis aqui, mas domingo, pode ainda chover e sabemos que pode mudar tudo", disse o espanhol.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

"Além disso, o comportamento dos pneus permanece desconhecido, porque ninguém aqui foi realmente capaz de julgá-los por um longo prazo. Teremos de estar muito concentrados, especialmente na forma como gerimos os pneus. Em pista seca, ainda não somos capazes de lutar pelos lugares de topo, e estamos bem conscientes disso. Normalmente, na corrida, a situação melhora e por isso esperamos terminar entre os quatro primeiros na hora da bandeirada", finalizou o líder do Mundial, 34 pontos a frente de Mark Webber, da Red Bull.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

O Grande Prêmio da Hungria acontece neste domingo (29), às 9 horas (de Brasília). Acompanhe todos os detalhes da prova húngara no Tempo Real do iG.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.