Tamanho do texto

Piloto finlandês acumula passagens pela equipe britânica e pela escuderia italiana

Martin Whitmarsh, chefe de equipe da McLaren, e Stefano Domenicali, que ocupa o mesmo cargo na Ferrari, são a favor do retorno de Kimi Raikkonen à Fórmula 1 . Os dois trabalharam com o piloto, que guiou pela equipe britânica entre 2002 e 2006 e pela escuderia italiana de 2007 a 2009. O finlandês é candidato a uma vaga na Williams para a próxima temporada.

Veja também: Agentes de Raikkonen estiveram em Abu Dhabi, diz jornal

“Todos nós sabemos que Kimi é rápido. Acho que as pessoas subestimam o quanto ele pode ser inteligente. Espero que ele esteja com vontade. Tenho certeza de que ele não perdeu sua capacidade de nos emocionar na F1, então acho que seria fantástico para a F1”, disse Whitmarsh.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Domenicali, por sua vez, lembrou que Raikkonen foi o último a sagrar-se campeão mundial correndo pela Ferrari.

“Com certeza, eu conheço Kimi muito bem. Ele é muito talentoso, muito forte, e se ele quer voltar ele tem algo para mostrar a todos. Ele foi o último piloto a vencer o Mundial conosco e vai querer mostrar que ainda é um dos melhores”, declarou Domenicali.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.