undefined
Reprodução/Twitter
Finlandês controlou a prova e venceu de ponta a ponta o GP da Austrália

Na madrugada deste domingo, foi dada a largada para a temporada 2019 da  Fórmula 1 com a disputa do GP da Austrália. A expectativa era de um controle absoluto das Mercedes, principalmente após o que se viu nos treinos. Porém, o personagem principal acabou sendo outro: ao invés do pole Lewis Hamilton, quem roubou a cena foi Valtteri Bottas.

Logo na largada do GP da Austrália , o finlandês aproveitou a chance e pulou na frente, de onde não sairia mais. Com um início ruim, Hamilton caiu para segundo e, volta a volta, acabou tendo que se preocupar mais com Verstappen, que vinha logo atrás, do que em buscar o companheiro.

Controlando bem, e pisando fundo no acelerador, Bottas não correu perigo em momento nenhum. No fim, além da vitória, garantiu também o ponto extra pela volta mais rápida da corrida, inovação inserida neste ano.

Mesmo com todas as dificuldades ao longo da prova, Hamilton conseguiu manter a segunda posição, seguido de Verstappen. Vettel, que fez prova bem abaixo do esperado, e Leclerc completaram o Top 5 na Austrália.

Leia também: Hamilton quebra recorde da pista e garante pole position no GP da Austrália

Resultado final - Top 10 GP da Austrália

  1. Valtteri Bottas (Mercedes)
  2. Lewis Hamilton (Mercedes) + 20,886
  3. Max Verstappen (Red Bull) + 22,520
  4. Sebastian Vettel (Ferrari) + 57,109
  5. Charles Leclerc (Ferrari) + 58,230
  6. Kevin Magnusse (Haas) + 1:27,156
  7. Nico Hulkenberg (Renault)
  8. Kimi Raikkonen (Alfa Romeo)
  9. Lance Stroll (Racing Point)
  10. Daniil Kvyat (Toro Rosso)

Veja os melhores momentos da prova

undefined
REPRODUÇÃO/F1
Pódio do GP da Austrália teve Bottas em primeiro, Hamilton em segundo e Verstappen em terceiro

Volta 1 – Logo na largada, Bottas consegue pular na frente de Hamilton, que largou mal, e assume a liderança. No pelotão de trás, Ricciardo escorrega para a grama e acaba danificando o bico de sua Renault. Com isso, acaba indo para os boxes.

Volta 4 – Mostrando excelente desempenho, Bottas vai abrindo cada vez mais vantagem para Hamilton. Na última marcação, a diferença já era de mais de um segundo. Entre os pilotos que estão no meio, Grosjean e Hulkenberg batalham pela sétima posição.

Volta 9 – Primeira “passeada na grama” da temporada de 2019. Charles Leclerc perdeu o controle de sua Ferrari e acabou saindo da pista. Por sorte, conseguiu retomar a direção e voltou rapidamente.

Volta 11 – A Renault de Carlos Sainz é a primeira a abandonar. O motor estourou e chegou até a pegar fogo, mas nada que trouxesse perigo ao piloto.

Volta 13 – Tranquilo na frente, Bottas já abre mais de 3 segundos para o companheiro Hamilton. Além disso, os dois vão trocando “voltas mais rápidas”, algo que deve se manter assim até o final. Mais para trás, Raikkonen faz sua primeira parada.

Leia também: Dirigente da Fórmula 1 é encontrado morto a poucos dias do início da temporada

Volta 14 – Nico Hulkenberg também faz seu primeiro pit stop e volta para a pista com pneus médio branco, deixando para trás o supermacio vermelho.

Volta 15 – É a vez de Vettel (Ferrari), Magnussen (Haas) e Albon (Toro Rosso) fazerem suas paradas. Na volta à pista, o dinamarquês disputa posição com Hulkenberg.

Volta 16 – Hamilton, Grosjean e Norris também vão para os boxes. Com isso, agora é Max Verstappen quem segue o líder Bottas.

Volta 17 – Buscando o ponto extra que será dado ao piloto com a melhor volta, é a vez de Sebastian Vettel cravar um bom tempo. No mais, vale ressaltar que os três primeiros ainda não pararam: Bottas, Verstappen e Leclerc.

Volta 20 – Agora é a vez do líder Bottas anotar a melhor volta da corrida. Mesmo sem ter parado nos boxes, o finlandês segue voando baixo e vai aumentando a diferença para os rivais.

Volta 24 – Depois de fazer três voltas mais rápidas na sequência, Bottas enfim vai para os boxes. Mesmo assim, a vantagem é tão grande que ele volta em segundo, atrás apenas de Leclerc, e com mais de 10 segundos de vantagem para Hamilton e Vettel.

Volta 29 – Stroll, Giovinazzi e Leclerc enfim fazem suas primeiras paradas. Com isso, Bottas volta para a liderança e recomeça sua estratégia de seguir pisando fundo para abrir vantagem dos rivais.

Volta 31 – Daniel Ricciardo é mais um piloto a abandonar a corrida. Logo na sequência, Romain Grosjean segue o exemplo e também encosta sua Haas. O problema do francês foi exatamente na roda que havia dado problema no pit stop.

Volta 38 – Daniil Kvyat foi o segundo a dar um passeio fora da pista. Ele vinha na 11ª primeira posição quando perdeu o controle e acabou indo parar na brita. Por sorte, conseguiu voltar, mas deve acabar perdendo posições quando fizer sua parada.

Leia também: Após boa pré-temporada, Ferrari inicia ano como favorita na Fórmula 1

Volta 39 – Faltando menos de 20 voltas para o final da corrida, Bottas anota mais uma volta rápida e já abre 20 segundos de vantagem para Hamilton. A vitória vai ficando cada vez mais próxima.

Volta 44 – Fazendo uma corrida abaixo do esperado e em ritmo lento, Sebastian Vettel começa a ser pressionado por Leclerc na batalha pela quarta posição. Os dois já estão bem distantes do terceiro colocado Max Verstappen, mas devem brigar entre si até o fim.

Volta 46 – A vantagem de Bottas para Hamilton já bate a casa dos 25 segundos. Com isso, o finlandês poderia até arriscar uma parada nos boxes para colocar um pneu mais novo e ainda assim voltaria à frente do companheiro.

Volta 49 - Forçando muito o carro, na tentativa de alcançar Lewis Hamilton, Verstappen acaba errado e é mais um a comer grama no GP da Austrália . Com isso, as chances de uma ultrapassagem diminuem muito.

Volta 52 - Nessas últimas voltas, os pilotos que ainda têm chance vão tentando marcar a melhor volta da corrida para ficar com o ponto extra. Bottas, Hamilton e Verstapeen são os que mais se aproximam nessa batalha.

Volta 55 - Como prometido, Verstappen enfia o pé no acelerador e marca a melhor volta da corrida. Vai ser difícil alguém conseguir tirar o ponto do holandês.

Volta 57 - Valtteri Bottas! Se alguém ainda duvidava que ele podia sair da Austrália com todos os 26 pontos, não duvida mais. O finlandês fecha a volta em 1min25s580 e vai garantindo o ponto extra.

Volta 58 - Vence Valtteri Bottas. Sem dificuldades, o finlandês lidera de ponta a ponta, controla muito bem todos os rivais e confirma a vitória no GP da Austrália em 2019. Além de tudo, ainda fica com o ponto extra pela volta mais rápida.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários