Tamanho do texto

Empresário de Schumacher entre 1988 e 2010, Willi Weber lamenta que desde acidente do piloto não pôde visitá-lo

Willi Webber, ex-agente de Schumacher, acompanhado do piloto em 2009
Ryan Pierse/Getty Images
Willi Webber, ex-agente de Schumacher, acompanhado do piloto em 2009


Empresário de Michael Schumacher durante 22 anos, Willi Weber fez uma reclamação pública da família do ex-piloto neste sábado. O ex-agente acusou Corinna, esposa de Schumacher, de proibir qualquer contato dele com Schumacher desde o acidente de esqui que compromete até hoje a vida do ex-piloto sofrido em dezembro de 2013. 

Ele escreveu na sua página no Facebook que gostaria de "estar com o amigo" no Natal, mas que Corinna insiste em proibir sua visita.

"Corinna me impede qualquer contato com Michael. Eu tentei dezenas de vezes falar com Corinna para obter uma permissão para visitar meu amigo, mas ela nunca me permitiu", disse Weber em entrevista ao jornal alemão "Bild".

Leia também:
+ Schumacher está muito magro, mas tenta dar pequenos passos, diz revista alemã

"Antes do acidente o meu relacionamento com Michael sempre foi sensacional. Duas semanas antes do acidente estivemos juntos em Stuttgart e fizemos planos que infelizmente não fomos capazes de implementar", comentou Weber. 

A principal reclamação de Weber é não ter tido o mesmo privilégio de outros amigos de Schumacher, como Jean Todt, ex-chefe de equipe na Ferrari, e de Ross Brawn, diretor da equipe italiana nos melhores anos de Schumacher nas pistas. Corinna permitiu apenas familiares e amigos próximos o contato com o marido, que se recupera muito lentamente dos sérios danos na cabeça que sofreu depois do acidente. 

Weber ao lado de Schumacher e sua esposa na festa do título da Fórmula 1 em 2001
Reprodução/Facebook
Weber ao lado de Schumacher e sua esposa na festa do título da Fórmula 1 em 2001

"Entendo a dificuldade da situação, mas ela é terrível para mim também. A minha família está sofrendo. Nossas famílias foram próximas com muita intimidade por 25 anos e agora ninguém entende", disse Weber. 

Dentro de todo o direito da família de se resguardar e de proteger Schumacher, a família do ex-piloto divulga muito pouco sobre o estado real do ex-piloto. Sabine Kehm, porta-voz da família, não respondeu o pedido do Bild para falar sobre o que disse Weber. 

Na última semana, Sabine negou informação da revista alemã "Bunte" de que Schumacher estaria recomeçando a andar