Tamanho do texto

"Bunte" chama de 'milagre natalino' a melhora do alemão, que se acidentou em dezembro de 2013, enquanto esquiava

Michael Schumacher, heptacampeão mundial de Fórmula 1
Ferrari/Divulgação
Michael Schumacher, heptacampeão mundial de Fórmula 1

De acordo com a imprensa alemã, o ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher voltou a ter movimento em um dos braços e tenta dar os primeiros passos.

A revista "Bunte" chama de "milagre natalino" a melhora do estado do alemão. "Michael está muito magro, mas tenta voltar a caminhar com a ajuda de seu terapeuta. Ele também consegue levantar um braço", escreveu publicação.

As informações não foram confirmadas oficialmente. A amiga e porta-voz do heptacampeão mundial de F1, Sabine Kehm, conhecida por sua discrição, lamentou a notícia. "Infelizmente, o relatório não é verdadeiro. Tamanha especulação é irresponsável, pois, dada a seriedade de seus ferimentos, sua privacidade é muito importante. Infelizmente, eles dão falsas esperanças para muitas pessoas envolvidas", concluiu. Publicação saiu nas bancas dias antes do segundo aniversário do acidente que quase tirou a vida do ex-piloto.

Em 29 de dezembro de 2013, Schumacher sofreu um acidente enquanto esquiava em Maribel, na França. Ele ficou em coma por cerca de seis meses no hospital de Grénoble e foi transferido para um centro hospitalar suíço, por quatro meses. Após esse período, ele foi levado para sua casa em Gland, na Suíça, onde é assistido por uma equipe de 15 profissionais. Segundo o médico François Payen, que deu o primeiro atendimento ao ex-piloto, serão necessários cerca de três anos antes de registrar qualquer melhora significativa.