Tamanho do texto

Piloto brasileiro chegou em oitavo, mas não vai pontuar por conta de pneu com temperatura e pressão fora do permitido

Felipe Massa e Bernie Ecclestone durante execução do hino nacional antes do GP do Brasil de 2015
Silvia Izquierdo/EFE
Felipe Massa e Bernie Ecclestone durante execução do hino nacional antes do GP do Brasil de 2015

O brasileiro Felipe Massa, piloto da Williams, foi desclassificado do GP do Brasil de Fórmula 1 deste domingo. Depois de cruzar a linha de chegada na oitava posição, os comissários da prova em Interlagos julgaram que o pneu direito traseiro apresentou irregularidades. 

Leia também:
+ De ponta a ponta, Nico Rosberg vence em Interlagos pelo segundo ano seguido

Ainda no grid de largada, com cinco minutos para o início da corrida, os comissários identificaram que o pneu estava a 137ºC. A temperatura permitida é 110ºC.

"A temperatura do pneu traseiro direito foi medida de acordo com a diretiva técnica da FIA TD/029-15. A equipe não obedeceu aos regulamentos técnicos e esportivos da F-1, ao código esportivo internacional da FIA e às instruções da fornecedora oficial da categoria na prévia do evento", diz o comunicado da FIA.

Com o novo resultado, Massa sai da classificação final da prova, perdendo o oitavo lugar para o francês Romain Grosjean, da Lotus. O alemão Max Verstappen, da Toro Rosso, ficou com a nona colocação e o venezuelano Pastor Maldonado, também da equipe negra e dourado, fechou o 'top-10'.

A vitória no GP do Brasil ficou com o alemão Nico Rosberg, da Mercedes, pelo segundo ano consecutivo. Ao cruzar a linha de chegada do circuito de Interlagos na primeira colocação, o piloto ainda arrebatou o vice-campeonato mundial, ficando atrás apenas do companheiro de escuderia, o britânico Lewis Hamilton. EFE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas