Tamanho do texto

Piloto reclamava desde 2006 de ações difamatórias na rede social, que será desativada pelo Google nesta terça-feira

Rubens Barrichello disputou as 500 Milhas de Indianápolis pela primeira vez
AP
Rubens Barrichello disputou as 500 Milhas de Indianápolis pela primeira vez

O piloto brasileiro Rubens Barrichello receberá indenização de R$ 200 mil do Google por causa de perfis e comunidades difamatórios que foram criados no Orkut, rede social que será desativada nesta terça-feira. A decisão foi anunciada pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) nesta segunda.

Barrichello reclamava desde 2006, época em que ainda corria pela Ferrari na Fórmula 1. Ele pedia R$ 850 mil, além de outros R$ 50 mil cada vez que uma nova comunidade ofensiva fosse criada.

O pedido, no entanto, foi negado pelo STJ, que entendeu que isso se "traduziria em uma espécie de censura prévia". Mas a indenização não foi tirada de questão porque o Google teria recusado os pedidos do piloto de retirar do ar os perfis e as comunidades que o difamavam.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.