Tamanho do texto

Tetracampeão da Fórmula 1 terá carro com design ousado para a temporada de 2014. Equipe tenta quinto título

A Red Bull apresentou nesta terça-feira o novo carro da equipe para a temporada de Fórmula 1. Será com que o time do tetracampeão mundial, Sebastian Vettel, tentará manter seu domínio na categoria Ao contrário de outras equipes, a escuderia foi mais discreta e apresentou o RB10 com um bico estreito e pontudo no pit-lane de Jerez de la Frontera, na Espanha, onde serão realizados os primeiros testes de pré-temporada que têm início nesta terça.

Os responsáveis por mostrarem o carro foram Sebastian Vettel e Daniel Ricciardo, que tiraram a capa preta que cobria o veículo. Comentando sobre as mudanças, Adrian Newey, projetista da equipe, comentou o que era esperado e garantiu que a principal diferença em relação aos modelos anteriores é o motor, que teve a alteração imposta no regulamento.

"É a maior mudança de motor, com certeza, desde que os turbos desaparecem no final dos anos 80. Obviamente, a Renault (fornecedora de motores) é a principal responsável por eles, e é apenas nosso trabalho instalá-lo na forma mais pura possível", disse Newey.

Comparado com o antecessor, o novo modelo não apresenta grandes mudanças em questão de design e cor, como fizeram algumas equipes que adotaram mudanças mais drásticas. As principais alterações aconteceram devido ao novo regulamento, como o bico, que é feito em carbono e tem a pintura feita para que ele seja disfarçado.

Vettel evita expectativas com novos carros

Após a apresentação do carro para a temporada 2014, o piloto alemão Sebastian Vettel evitou falar sobre as expectativas para o ano. Segundo ele, a mudança no regulamento ténico da categoria impede a análise dele e dos engenheiros. 

"É uma grande mudança para todos os times, incluindo o nosso. Acho que nos últimos anos nós sempre sabíamos, um pouco, o que esperar, algo bem diferente deste ano. É difícil ter alguma expectativa, então acho que o mais importante é ir entendendo o carro, o que ele precisa, e evoluir a partir daí", disse o tetracampeão consecutivo da Fórmula 1.

O chefe britânico Christian Horner concorda com o piloto. "O botão de reinício foi apertado para 2014 com a grande mudança nas regras, então é uma folha em branco e a oportunidade para a equipe de design encarar um novo desafio", avaliou Horner, lembrando também dos novos propulsores. "Confiamos bastante no nosso parceiro de motor, a Renault, para garantir que tenhamos propulsores competitivos com os de nossos rivais