Tamanho do texto

Memo Gidley envolveu-se em colisão traseira com Matteo Malucelli nas 24 Horas de Daytona e teve de ser operado

Um grave acidente marcou as 24 Horas de Daytona, nos Estados Unidos, tradicional prova de endurance, neste sábado. Com cerca de três horas de corrida, Memo Gidley não percebeu que Matteo Malucelli havia reduzido a velocidade e os carros se chocaram violentamente na pista.

A colisão traseira deixou Gidley preso ao carro. Após ser resgatado pela equipe médica, o piloto americano foi levado ao hospital. Neste domingo, ele passou por cirurgia para reduzir as fraturas no braço e na perna esquerdos, informou sua equipe, a Stallings. Malucelli também está internado, mas em observação e sem ferimentos graves.

Com a gravidade do acidente, as 24 Horas de Daytona precisaram ser paralisadas, o que não acontecia desde 2004. O fim da prova está previsto para as 16h30 (de Brasília).

Gidley fazia parceria com Alex Gurney, John Fogarty e Darren Law na corrida.