Tamanho do texto

Projetista da RBR e responsável por fazer carros de Prost, Mansell, Hakkinen, entre outros, Adrian Newey disse que o alemão continua com os pés no chão, após quatro títulos

Vettel dá banho de champanhe em Adrian Newey, engenheiro da Red Bull
Luca Bruno/AP
Vettel dá banho de champanhe em Adrian Newey, engenheiro da Red Bull

Tetracampeão da Fórmula 1 , Sebastian Vettel ainda é contestado por muitos que acreditam que ele ainda deve provar sua habilidade em outras equipes e que só vem alcançando um grande número de vitórias devido à superioridade do carro da Red Bull em relação às outras escuderias. Para Adrian Newey, projetista do modelo que deu ao alemão o quarto título consecutivo, o piloto não tem que provar mais nada a ninguém e já deve ser considerado um dos melhores da história da categoria.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Sebastian agora deve ser considerado um dos maiores de todos os tempos. Ele comete erros algumas vezes, mas sempre aprende com eles. Ele é muito humilde, e o sucesso e a fama que alcançou nos últimos anos nunca subiram à cabeça. Ele continua com os pés no chão", afirmou Newey.

Leia mais: Vettel vence na Índia e se torna o mais jovem tetracampeão da história da F1

Veja fotos do GP da Índia:


Considerado um dos melhores projetistas da Fórmula 1, Newey tem uma carreira de sucesso na e também foi responsável por projetar os carros Nigel Mansell, Alain Prost, Damon Hill, Jacques Villeneuve e Mika Hakkinen, campeões nos anos de 1992, 1993, 1996, 1997 e 1998/99, respectivamente.

Apesar da experiência na principal categoria do automobilismo mundial e dos diversos títulos conquistados, ele afirmou que ainda vai demorar para conseguir realmente entender o tetracampeonato conquistado também no Mundial de Construtores.

"É difícil dizer o que esses campeonatos significam, para falar a verdade. Vindo para este fim de semana, nós sabíamos que tínhamos boas chances em ambos os campeonatos, mas uma coisa é pensar que há chance, outra é alcançá-los. É quase um alívio o que nós fizemos. Vai levar um tempo para cair a ficha", concluiu o engenheiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.