Tamanho do texto

"Eu tomei a decisão também, não é certo colocar a culpa no time ou em mim. Apenas erramos por alguma razão", disse o francês. Ele largará em 17º lugar na Índia

O francês Romain Grosjean, que figurava entre os melhores nos treinos livres, não passou da primeira parte do treino que definiu o grid de largada para o GP da Índia de Fórmula 1 neste sábado. A Lotus usou pneus macios e ele foi logo eliminado e vai sair na 17ª posição. Apesar da posição ruim, o piloto não culpa a equipe e divide a responsabilidade. 

Deixe seu recado e comente com outros leitores


"Eu tomei a decisão também, não é certo colocar a culpa no time ou em mim. Apenas erramos por alguma razão. Vamos tentar entender por que, mas algumas vezes isso acontece", afirmou o francês, um dos destaques das últimas corridas da F-1

Grosjean fez 1min26s577 no treino deste sábado, com 04s de desvantagem para o finlandês Valtteri Bottas, último piloto a se classificar à segunda parte da atividade. Apenas ele e o alemão Sebastian Vettel não utilizaram pneus macios no Q1, mas o piloto da Red Bull avançou à fase seguinte da disputa na 11ª posição.

"Nós planejamos um tempo de corte antes do classificatório e todo mundo andou mais rápido do que esperávamos. Estávamos mais ou menos queríamos, mas parece mais apertado e os pneus macios foram melhores do que esperávamos pela manhã", avaliou Grosjean.

*com Gazeta Esportiva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.