Tamanho do texto

Pilotos, mecânicos, dirigentes e presidente da FIA reuniram-se nos boxes de Suzuka e prestaram um minuto de silêncio em memória da espanhola, morta na última sexta

Pilotos e dirigentes da F1 prestam um minuto de silêncio em homenagem a Maria de Villota
Getty Images
Pilotos e dirigentes da F1 prestam um minuto de silêncio em homenagem a Maria de Villota

A ex-piloto Maria de Villota, morta na última sexta-feira , foi homenageada pela Fórmula 1 antes do Grande Prêmio do Japão, realizado na madrugada deste domingo. Pilotos, mecânicos, dirigentes e o presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) Jean Todt reuniram-se em uma garagem nos boxes de Suzuka e prestaram um minuto de silêncio em memória da espanhola.

LEIA:  Morte de ex-piloto Maria De Villota foi consequência de acidente, diz família

De Villota faleceu em Sevilla, na Espanha, onde faria uma palestra. De acordo com sua família, a morte se deu por consequências das lesões neurológicas do acidente sofrido em um teste com a Marussia em julho do ano passado. Na batida, a ex-piloto sofreu fraturas no crânio e perdeu o olho direito, o paladar e olfato.

Ela lançaria nesta semana seu livro “La vida és un regallo” (A vida é um presente) nesta segunda-feira.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.