Tamanho do texto

Federação de automobilismo aplicou uma punição de quase R$ 180 mil por causa de uma roda que se soltou no carro do piloto venezuelano

O venezuelano Pastor Maldonado conduz sua Williams durante o treino livre em Suzuka
Getty Images/Clive Mason
O venezuelano Pastor Maldonado conduz sua Williams durante o treino livre em Suzuka

A Williams terminou o primeiro dia de treinos para o Grande Prêmio do Japão com 60 mil euros (cerca de R$ 180 mil) a menos em sua conta bancária. Poucas horas após o término do primeiro treino livre, os comissários da Fórmula 1 deram uma multa à escuderia inglesa por causa da roda que se soltou do carro de Pastor Maldonado durante a sessão.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Maldonado teve o problema com o carro logo em sua terceira volta. Na ocasião, ele ficou parado na curva após ficar sem um dos pneus. Segundo a FIA (Federação Internacional de Automobilismo), a multa foi aplicada porque a escuderia não tomou o cuidado necessário e desrespeitou as normas de segurança.

Veja ainda: Ex-piloto espanhola Maria de Villota é encontrada morta em hotel na Espanha

"Uma examinação das peças revelou que a pistola pneumática não parafusou totalmente a porca, por não engatar o primeiro engate de retenção. Isso quebra o artigo 23.12 do regulamento esportivo da categoria. O segundo engate não deu conta de manter a roda presa, o que é uma violação do artigo 14.6 do regulamento técnico", afirmou a FIA por meio de um comunicado oficial.

Veja imagens dos treinos do GP do Japão


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.