Tamanho do texto

Piloto australiano declarou que seu substituto é um piloto compatriota e Ricciardo já tem contrato com a Red Bull, por ser da escuderia-irmã Toro Rosso

Reuters

O piloto australiano Mark Webber sinalizou neste domingo que o compatriota Daniel Ricciardo deve ser seu substituto na escuderia atual campeã da F1, a Red Bull Racing, na próxima temporada, pouco antes que a equipe rapidamente desmentisse a informação.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Daniel Ricciardo pode substituir WEbber na Red Bull
Getty Images
Daniel Ricciardo pode substituir WEbber na Red Bull

"A decisão foi tomada. Todos sabemos quem é. Estou feliz por ele. Será bom para ele e para a Austrália", disse Webber à emissora australiana Channel 10 logo após o GP da Bélgica de F1.

Leia mais: Vettel vence o GP da Bélgica, e Alonso retoma vice-liderança na Fórmula 1

Ricciardo, o único australiano além de Webber na F1, já tem contrato com a Red Bull: ele é piloto da escuderia-irmã Toro Rosso. O piloto afirmou que não sabe nada sobre o acordo.

Informado sobre a entrevista de Webber, o diretor da Red Bull Christian Horner disse a jornalistas que nada foi oficializado até o momento e que o anúncio deve ser feito até o GP da Itália, no dia 8 de setembro.

"Tem muita especulação a respeito disso, mas nada foi assinado até aqui", ele disse. "Algumas declarações ficam descontextualizadas às vezes. Claro que o Mark não está alheio aos boatos sobre os pilotos. Mas quando tivermos algo para anunciar, vamos anunciar."

Horner ainda disse que o fato de Ricciardo já estar sob contrato com a Red Bull significa que a equipe tem tempo para avaliar alternativas para a ocupar a vaga de Webber.

"Os dois pilotos da Toro Rosso são também da Red Bull. Eles são emprestados à Toro Rosso. Então, de qualquer forma, eles estão disponíveis para pilotarem nossos carros", acrescentou.

"Estamos demorando a tomar a decisão porque estamos consultando outras alternativas, uma vez que a responsabilidade de ocupar a vaga de Mark no próximo ano será muito grande. Por sinal, nos surpreendeu saber que alguns pilotos que achávamos que não estavam disponíveis na verdade estão livres para negociar", finalizou Horner.

Sobre estes nomes, especula-se que Kimi Haikkonen, da Lotus, e Fernando Alonso, da Ferrari, podem estar na mira da Red Bull.

Quinto colocado na corrida deste domingo, vencida pelo companheiro de equipe e tricampeão mundial Sebastian Vettel, Mark Webber está deixando a Fórmula 1 ao fim desta temporada para se dedicar às 24 horas de Le Mans, disputando pela equipe Porsche.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.