Bia Maia
Instagram
Bia Maia


Beatriz Haddad Maia, número 48 do mundo, fez história neste domingo ao conquistar seu primeiro título WTA na carreira, no torneio 250 de Nottingham, na Inglaterra, disputado sobre o piso de grama, com premiação de US$ 251 mil.

A brasileira passou pela americana Alison Riske, 40ª colocada, por 6/4 1/6 6/3 após 2h18min de duração e acabou com um jejum que durava desde o meio de 1968 quando Maria Esther Bueno faturou seu último troféu na superfície, em Manchester, na Inglaterra.



Bia tinha feito apenas uma final antes, em 2017, em Seul, na Coreia do Sul, e agora entra para o hall das brasileiras com troféu, o primeiro para o país desde Teliana Pereira no final de 2015. Além de Teliana, Niege Dias possui dois títulos de WTA e Maria Esther tem três conquistas além dos canecos em Wimbledon.

A final

Bia Maia começou com tudo, obteve a primeira quebra, abriu 3 a 1, teve chances de ampliar, mas Riske se salvou. A brasileira salvou dois break-points a seguir, desperdiçou um set-point, mas fechou firme no game de saque por 6/4 após 52 minutos.

No segundo set a americana começou com uma quebra após Bia salvar um 15/40 e desperdiçar várias chances. No segundo game a brasileira abriu 0/40 e a rival salvou, mas um dos pontos foi contestável, Bia questionou a juíza e acabou perdendo o foco. Riske rapidamente colocou 5 a 0 e fechou por 6/1.

No terceiro set a brasileira começou confirmando, mas viu Riske quebrar e abrir 2 a 1. Só que a canhota paulistana não deu o braço a torcer, devolveu logo a seguir e virou para 3 a 2. Bia foi conduzindo bem a partida no saque só que teve outro problema com a arbitragem no 4 a 3 e um ponto de quebra. Ela não se abalou dessa vez, tornou a quebrar e fechou com autoridade no serviço vibrando com o feito.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários