Problemas na defesa? São Paulo sofreu gols em quase todas as rodadas do Brasileirão
Lance!
Problemas na defesa? São Paulo sofreu gols em quase todas as rodadas do Brasileirão


Nas primeiras dez rodadas do Campeonato Brasileiro , o São Paulo viveu um momento de altos e baixos. Na defesa, porém, a situação é complicada. O time só não foi vazado no jogo de estreia, quando venceu por 4 a 0 do Athletico-PR. Nas nove partidas seguintes, sofreu pelo menos um gol em todas as disputas.

Galeria
> ATUAÇÕES: Luan surpreende, Calleri marca, e Luciano deixa a desejar em empate do São Paulo; veja notas

Tabela
> Veja tabela do Campeonato Brasileiro e simule os próximos jogos

Ao todo, foram 12 gols sofridos e 16 marcados. Nos últimos quatro jogos - todos empates - Rogério Ceni optou por um sistema defensivo formado por uma linha de três zagueiros.

Nestes confrontos, porém, o Tricolor paulista sofreu cinco gols. Um fator que preocupa ao falar destes últimos duelos é que em todos esses gols sofridos o São Paulo liderava o placar. Ou seja, o time cedeu o empate cinco vezes nos últimos quatro jogos - sendo duas vezes na mesma partida diante do Ceará.

Este dado pode indicar uma dificuldade da equipe em segurar a pressão do adversário que aumenta seu volume de jogo quando está perdendo. Contudo, alguns números podem deixar ainda mais claro o desempenho irregular da defesa são-paulina.

Entre todos os times do Brasileirão, o São Paulo, de acordo com o FootStats, é o segundo time com menos defesas, tendo 37 ao todo nas primeiras dez rodadas. Nesta temporada, o goleiro titular é Jandrei, contratado justamente para substituir Volpi, muito criticado em 2021.

Quanto aos jogadores da linha defensiva, o time é o 16º colocado em rebatidas, com 240 ao todo, ou seja, uma média de 24 por jogo. Um ponto que pode ter afetado o setor é a ausência de Arboleda, convocado para a seleção do Equador. O zagueiro se ausentou dos últimos dois jogos - contra o Avaí e o Coritiba.

O jogador é o segundo do elenco de Ceni que mais consegue afastar a bola do adversário. Ainda segundo o FootStats, foram 52 rebatidas nas seis rodadas em que esteve presente.

O treinador deve contar com a volta do camisa 5 no próximo domingo (12), contra o América-MG, às 16h, no estádio do Morumbi. A vitória seria essencial para que o Tricolor conseguisse alcançar pelo menos o G-4 da tabela, uma vez que ocupa atualmente o sexto lugar, com 15 pontos. Enquanto o Palmeiras, atual líder, está com 19 pontos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários