Diretor da Agência Mundial Antidoping defende Nadal de ciclistas franceses
TÊNIS NEWS
Diretor da Agência Mundial Antidoping defende Nadal de ciclistas franceses


O diretor geral da Agência Mundial Anti-doping (WADA), Olivier Niggli, concedeu hoje uma entrevista ao programa La Matinale da rádio estatal suíça RTS e foi questionado sobre a polêmica criada por ciclistas acusando Rafael Nadal de doping.

O diretor da WADA foi diretamente questionado sobre a razão pela qual as infiltrações analgésicas que Nadal recebeu são "aceitas" e respondeu: "É preciso esclarecer: a dopagem é estabelecida pela lista de substâncias que são proibidas de serem utilizadas tanto dentro de competição, como fora delas. Esta lista é produzida por uma razão, feita com base em critérios técnicos, avaliados por especialistas, que determinam se aquela substância pode ou não alterar a performance, se prejudicam a saúde ou afetam a ética do esporte"

"As injeções analgésicas que Nadal tomou, mas não é exclusividade dele, são parte da lista de permitidos. E porque são parte desta lista? Porque com análises, chegou-se a conclusão de que não melhoram o desempenho e que não são prejudiciais à saúde", pontuou.

Olivier Niggli ainda ressaltou que este tipo de procedimento é parte pra prática médica. então, o apresentador do programa rebateu a declaração: "Mas isso alterou a performance de Nadal, sem a injeção ele não teria jogado" e Niggli pontuou: "Sim, mas é totalmente aceitável que um atleta de elite receba injeções antes de uma partida".



"Rafael é um grande exemplo de que isso não alterou a performance dele. Ele mesmo venceu Roland Garros 14 vezes, se ele ganhou outras 13 vezes, não foram graças as injeções", finalizou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários