Gramado do Alfredo Jaconi: Fluminense prepara reclamação formal, e CBF não se manifesta
Felipe Melo
Gramado do Alfredo Jaconi: Fluminense prepara reclamação formal, e CBF não se manifesta


O duelo entre Juventude e Fluminense ganhou destaque no cenário nacional não pelo futebol jogado pelas equipes, mas sim por causa das condições do gramado do Alfredo Jaconi. Em virtude das fortes chuvas que assolam Caxias do Sul nos últimos dias, o campo ficou com diversas poças d'água, que limitou as sequências das jogadas e impediu que a bola rolasse com fluidez.

+ Saiba quais são as possíveis datas dos jogos do Fluminense nas oitavas da Copa do Brasil

TRICOLOR CRITICA, MAS CBF NÃO SE MANIFESTA

Diante deste cenário, as reclamações por parte dos profissionais do Tricolor começaram com o meia Ganso, ainda no intervalo do jogo. Com a confirmação do revés, o técnico Fernando Diniz e o presidente, Mário Bittencourt, teceram duras críticas à CBF por realizar o jogo mesmo com o gramado naquelas condições.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

O mandatário, por sua vez, divulgou uma nota em que destacou que mesmo em um ano repleto de debates para melhorias do futebol brasileiro, a entidade ainda não conseguiu avançar neste sentido. Ele classificou o jogo como 'um verdadeiro desastre' e ressaltou que 'o Fluminense irá à CBF durante a semana para encaminhamento das medidas administrativas necessárias.'

– Inadmissível o árbitro de Juventude x Fluminense ter dado início a partida nas precárias condições do gramado, e, mais, ter dado seguimento após o aumento da chuva. Um desastre. Um verdadeiro desastre. O mais "curioso" de tudo é que, somente após fazer 1 x 0 e de um primeiro tempo dentro d’agua, os funcionários do Juventude resolveram "drenar" o campo com rodos. Antes do jogo nada foi feito para amenizar as condições de disputa da partida – disse a nota.

+ Saiba quais são as possíveis datas dos jogos do Fluminense nas oitavas da Copa do Brasil

Por outro lado, o Lance! entrou em contato com a CBF para pedir um posicionamento oficial da entidade sobre o caso. No entanto, até o fechamento desta matéria, não obteve resposta. O estado do campo do Alfredo Jaconi não foi uma novidade para o torcedor brasileiro. Em 2021, no confronto do alviverde gaúcho contra o Flamengo, as poças d'água também tomaram conta do gramado.

GAÚCHOS EXPLICAM SISTEMA DE DRENAGEM

O Juventude, por sua vez, decidiu não se manifestar oficialmente sobre o caso, mas frisou que Caxias do Sul ainda enfenta uma semana de fortes chuvas, que segundo a metereologia devem seguir até quarta-feira.

+ Título da Copa do Brasil do Fluminense completa 15 anos nesta segunda; relembre a campanha

- O clube decidiu não se manifestar a respeito do tema. Caxias do Sul está debaixo de água há mais de uma semana, sempre acima dos 20 mm diários. Hoje (segunda-feira) choveu menos que ontem, mas ainda registra 16mm - salientou o alviverde.

Dessa forma, o clube entende que não há necessidade de ter um posicionamento formal, visto que o volume de chuva da região tem sido alto. A decisão de dar sequência à realização da partida é exclusivamente da CBF, e o sistema de drenagem é um processo natural, sem ter um dispositivo para desligá-lo.

O Alfredo Jaconi passou por uma reforma total há um ano, quando foi trocado todo sistema de irrigação, drenagem e o próprio gramado em si. O problema é que o sistema de drenagem está abaixo de um material orgânico, que se compactou com o solo fazendo com que o local fique mais duro e forme poças d'água. Os gaúchos acreditam que sejam dois casos pontuais (jogos contra a dupla Fla-Flu) e não algo recorrente.

Por fim, cabe salientar que o árbitro Jefferson Ferreira de Moraes (GO) não relatou na súmula as condições do gramado do Estádio. Ele apenas informou que o recomeço do jogo após a volta do intervalo sofreu um atraso de quatro minutos. Na ocasião, funcionários do Juventude utilizaram "rodos" para tentar escoar as poças d'água.

+ Fluminense conta com desfalques e retornos importantes contra o Atlético-MG pelo Brasileirão

- Atraso de 4 (quatro) minutos no reinício de jogo devido a tentativa de escoar água parada no gramado de funcionários do EC Juventude - relatou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários