No clássico alagoano, CRB e CSA empatam sem gols pela Série B
Futebol Latino
No clássico alagoano, CRB e CSA empatam sem gols pela Série B


Em jogo válido pela abertura da 10ª rodada do Brasileirão Série B de 2022, CRB e CSA ficaram no empate de 0 a 0 na noite desta quarta-feira (1). Com o resultado no clássico, o time regatiano chegou aos 11 pontos e aparece na 11ª colocação. Enquanto isso, o Azulão tem 12 e está no 8° lugar.

Agora, as duas equipes voltam a campo na próxima semana em confrontos válidos pela 11ª rodada do Brasileirão Série B. Na terça-feira (7), o CSA recebe a Chapecoense, às 21h30. Enquanto isso, na quarta-feira (8), o CRB visita o Cruzeiro, às 19h.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

FALTOU FUTEBOL

O primeiro tempo no estádio Rei Pelé foi de poucas emoções. Mesmo atuando como visitante, o CSA tomou a iniciativa e conseguiu chegar mais ao campo de ataque, mas não criou nenhuma chance real de perigo contra o gol de Diogo Silva.

Por outro lado, o CRB irritou o seu torcedor, que reclamou muito do time ao longo dos 45 minutos iniciais. O time regatiano pouco se fez presente no campo de ataque e mais se preocupou em se defender, levando o 0 a 0 para o intervalo.

MAIS DO MESMO

A etapa final repetiu o roteiro da primeira. Assim, a única diferença ficou sobre qual equipe dominou a posse de bola. Na parte final do jogo, o CRB conseguiu trabalhar melhor as jogadas, mas viu Marcelo Carné evitar o gol de Rafael Longuine na melhor chegada.

Por sua vez, o CSA não ofereceu perigo ao goleiro Diogo Silva, que foi mais um espectador na segunda etapa. Desse modo, o jogo permaneceu em 0 a 0 e cada equipe somou um ponto.

FICHA TÉCNICA
CRB 0 X 0 CSA
​​​​​
Local : Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data e hora : 01/06/2022 - 21h30 (de Brasília)
Árbitro : Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes : Thiago Rosa Oliveira (RJ) e Carlos Henrique Alves (RJ)
​Cartões amarelos : Bryan, Rafael Longuine, Uillian Correia (CRB), Wellington Nascimento (CSA)
Cartões vermelhos : -

GOLS : -

CRB (Técnico: Daniel Paulista)

Diogo Silva; Raul Prata, Gum, Wellington Carvalho (Iago Mendonça, aos 48'/2°T) e Bryan; Claudinei (Rafael Longuine, aos 0'/1°T), Yago (Wallace, aos 32'/2°T), Uillian Correia e Richard; Emerson Negueba (Gabriel Conceição, aos 20'/2°T) e Anselmo Ramon (Wesley, aos 48'/2°T).

CSA (Técnico: Mozart)

Marcelo Carné; Lucas Marques, Wellington Nascimento, Lucão e Diego Renan; Geovane, Giva Santos (Luiz Henrique, aos 35'/2°T) e Lourenço (Yann Rolim, aos 28'/2°T); Marco Túlio (Didira, aos 20'/2°T), Lucas Barcelos (Osvaldo, aos 20'/2°T) e Rodrigo Rodrigues (Sassá, aos 35'/2°T).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários