Motivação pelo novo desafio, marca do projeto e migração para o digital: André Hernan abre o jogo ao L!
Lance!
Motivação pelo novo desafio, marca do projeto e migração para o digital: André Hernan abre o jogo ao L!


Nesta terça-feira, dia 10 de março, "Canal do André Hernan" estreia no YouTube. Por isso, o LANCE! conversou com o jornalista, que revelou por que deixou a Globo, como surgiu o interesse pelo digital e qual será a marca do projeto na rede de canais digitais Network Brasil (NWB).

> Veja 15 atacantes que poderão mudar de clube em julho na Europa

Hernan admitiu que já "vinha namorando" o digital mesmo na Globo e lá mesmo começou a atuar nessa área. Nesse sentido, ele destacou que era um repórter de TV com uma atuação significativa no digital.

- Eu já vinha namorando o digital, já vinha namorando a internet, mesmo estando lá na Globo. Num determinado momento, eu comecei a atuar muito no digital, no “ge”, e eu até me considero – ou pelo menos lá dentro as pessoas que trabalhavam comigo na Globo sempre me consideraram – como um repórter precursor nessa questão de ser o primeiro repórter da televisão a ter uma atuação significativa no digital. Então, eu fazia muita participação não só nas lives, mas também assinando matérias com notícias, com informações, bastidores e tal, que foi me despertando um interesse muito grande no digital - explicou André Hernan.

Em relação a saída da Globo, onde estava há 18 anos, André Hernan explicou que já não se encaixava no modelo da TV. Nesse sentido, o jornalista contou que se sentia "travado" na pauta do dia. Dessa forma, lhe foi despertada a necessidade de ter uma liberdade de atuação, de ter um campo aberto para poder criar e colocar as ideias em prática.

- Aquele modelo de trabalho da TV era um modelo que eu já entendia que eu não estava mais cabendo. Por que eu não estava mais cabendo naquele modelo da TV? Porque é um modelo que fica muito “travado” na pauta do dia. Então, por exemplo, um repórter é escalado para um clube e ele fica o dia inteiro em cima daquela matéria que ele vai ter que fechar, aquele texto que ele vai ter que escrever. E aí eu percebia que, como eu estava atuando em várias frentes nos clubes e informações, muitas vezes eu estava em um determinado clube, mas eu tinha uma notícia muito mais importante de um outro clube. E aí entra uma coisa assim: o que eu faço? Repasso a notícia para frente?

- Eu acabava repassando muito isso para o digital. Eu ficava um pouco “travado”, sentindo um pouco travado nesse modelo da televisão, que foi o que me despertou essa vontade, essa curiosidade e essa necessidade de ter uma liberdade de atuação. Um campo aberto para poder criar, para poder colocar as minhas ideias, como se eu pudesse me pautar nos assuntos mais importantes do dia e eu pudesse contribuir daquela maneira. Para acontecer isso na televisão, eu teria que quebrar alguns paradigmas, algumas paredes, processos. Então, eu percebi que o meu caminho era o digital. E por que não um desafio novo? Por que não uma coisa gigantesca como é a NWB.

> Veja e simule a tabela do Brasileirão

Hernan ainda revelou que, quando a proposta da Network Brasil foi feita, ele não teve dúvidas para aceitar. Na entrevista ao L! , o jornalista afirmou que a carreira na televisão foi cumprida "com louvor" e não escondeu o entusiasmo não só de aprender, como também de crescer na nova plataforma.

- A partir do momento que a gente começou a se aproximar, me apresentaram esse projeto do canal, de um trabalho completamente autoral, e eu, sem dúvida nenhuma, aceitei. Senti que a minha missão na televisão, depois de 18 anos, estava mais do que cumprida, estava cumprida com louvor. Foram anos e anos de cobertura, de duas Copas, Olimpíada, Pan-Americano, Eurocopa, finais dos diversos campeonatos, brasileiro, Copa do Brasil, Paulista, Mineiro, Gaúcho, fiz muitas finais.

- Até o Mundial de Clubes, recentemente, que eu cobri também. Então, eu senti que já estava com a missão cumprida e acho que agora é um novo desafio, onde “começo uma vida nova”, com pessoas com muita energia de ajudar, pessoas com muito conhecimento de internet. E eu, nesse primeiro momento, quero muito mais ouvir do que falar. Eu quero aprender muito e quero crescer junto, crescer junto com essa plataforma que já é uma realidade hoje.

André Hernan

André Hernan durante o período no SporTV (Foto: Reprodução/SporTV)

André Hernan também garantiu que manterá o estilo apurador no canal do YouTube. O jornalista destacou que sua essência é a de um repórter e apontou que já terá um grande desafio no meio do ano. Isso acontece porque é o período em que abre a principal janela de transferências do mercado europeu.

- Vai continuar, sim (estilo apurador). Eu me considero um eterno repórter, seja em qualquer plataforma, eu sempre vou ser repórter. Posso até estar numa função mais de âncora, mas eu sempre vou ser repórter na essência.

- A minha essência é essa. Então, a gente vai ver muito no meu canal, nesse projeto, no canal do André Hernan, notícia de mercado. Acho que o grande teste agora no meio do ano de consolidação do canal vai ser na janela de transferências do meio do ano, janela que é mais forte na Europa.

Ele ainda explicou que tudo o que fazia na televisão - tanto aberta na aberta quanto na fechada - poderá ser visto no "Canal do André Hernan", com uma "roupagem diferente". De acordo com o jornalista, a essência da notícia bem estará presente num modelo de entrega com a cara do digital.

- Então, assim, tudo aquilo que eu vinha fazendo na televisão, na plataforma de TV aberta, TV fechada e digital, a gente vai ver tudo aquilo no canal do André Hernan, com uma roupagem diferente, com uma maneira de se comunicar diferente.

- Mas sempre com essa essência, a essência da notícia bem apurada, da informação fiel com a realidade e, também, sempre pensando que a minha figura da credibilidade que foi construída nos últimos anos vai estar muito presente. Mas, assim, claro, juntando novas audiências e pensando num modelo de entrega dessa notícia um pouco mais leve, um pouco mais com a cara da internet, um pouco mais com a cara do digital

André Hernan

O "Canal do André Hernan" esteia nesta terça-feira (Foto: Marcos Ribolli)

O repórter ressaltou que a importância de ter paciência para trabalhar no digital, onde tudo acontece mais rápido. André Hernan falou sobre a velocidade do mundo da internet e afirmou que prefere perder o furo do que passar uma informação incorreta.

- Eu costumo brincar que, na Era da Internet – e eu acho que esse também vai ser um desafio, onde tudo é muito rápido, tudo é muito veloz –, eu prefiro perder o furo do que dar uma barrigada, do que dar uma informação incorreta. Então, a gente vai ter muita paciência, uma equipe muito legal trabalhando no canal. Entendo que a marca desse novo projeto dentro da NWB vai ser: notícia, hardnews, bastidores do futebol, mas sempre com a temperatura certa da notícia - destacou Hernan.

Por fim, André Hernan quis deixar uma mensagem final. Ele agradeceu a oportunidade dada pela NWB, afirmou que tem sido bem acolhido pela empresa e se mostrou contente com a responsabilidade que recebeu.

- Quero dizer que nunca me senti tão bem acolhido como eu estou me sentindo na NWB. A NWB me abriu as portas, me deu essa oportunidade, esse projeto, eu abracei, acreditei. E, de fato, nesse mês que eu to trabalhando e que a gente está forte para colocar o canal de pé no dia 10, eu me sinto como uma estrela do futebol que chega a um grande clube e chega com aquela coisa da 10 e a faixa. Então, eu estou muito feliz por eles terem me dado a 10 e a faixa e espero corresponder.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários