Um morador da comunidade da Barreira do Vasco, Zona Norte do Rio, foi baleado na noite desta sexta-feira (06) na localidade do Café. O rapaz, identificado como Ruan do Nascimento, de 24 anos, era deficiente intelectual e estava apenas passando no local quando foi alvejado. Clube prepara homenagem para o torcedor.

O Vasco da Gama se manifestou sobre o caso e desejou força aos familiares e amigos. Além de solicitar que o caso seja apurado pelas autoridades e a justiça seja feita. O Cruz-Maltino realizará um minuto de silêncio antes da partida contra o CSA, confronto válido pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

SOBRE O CASO

Nascido e criado na Barreira do Vasco era sempre alegre e acolhido pela comunidade. Tinha 24 anos e era PCD, era conhecido como “Monstrinho” pela torcida FJV (Força Jovem Vasco) da qual participava.

De acordo com informações da Federação das Associações de Favelas do Rio de Janeiro (Faferj), o jovem saiu para cortar o cabelo nesta sexta (06) já se preparando para o jogo do Vasco, do qual tinha ingresso, quando foi atingido.

Diretor da FAFERJ e vascaíno, Dere Gomes solicitou apoio e homenagens póstumas ao clube, que fará um minuto de silêncio e será postada a foto nos telões do jogo

Segundo a rádio CBN, os policiais militares foram ouvidos e tiveram armas recolhidas para a perícia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários