Laudo pericial indica erros médicos em processo que Marcelo Mattos cobra R$ 8 milhões do Vasco
Lance!
Laudo pericial indica erros médicos em processo que Marcelo Mattos cobra R$ 8 milhões do Vasco


Um laudo pericial na ação em que o ex-volante do Vasco , Marcelo Mattos, cobra quase R$ 8 milhões do clube, atestou o Cruz-Maltino negligenciou tratamento e que jogador foi operado precocemente. Na ação, o atleta argumenta que erros médicos no decorrer de um tratamento de uma lesão no joelho, atrapalharam a sua carreira. No total foram cinco cirurgias.

Segundo o documento assinado pelo perito Paulo César Weiss Campos, os médicos do caso operaram Mattos prematuramente (dois dias após a lesão), fazendo com que o meia sentisse fortes dores no pós-operatório e retornou aos treinos antes do tempo necessário para a recuperação. Voltou após quatro meses, sendo que o prazo mínimo são seis.

+ Confira a tabela da Série B

Esse somatório de eventos desencadearam outras lesões que reduziram a mobilidade do joelho do jogador. O perito também destaca que, o quadro pode ter desenvolvido depressão, vitiligo e artofibrose, sequelas alegadas pelo volante.

+ Próximo adversário do Vasco, CSA tem velhos conhecidos do futebol carioca e encara 'maratona de jogos'

Em entrevista para o 'ge', Marcelo Mattos declarou que vai tomar medidas judiciais contra os médicos responsáveis e não somente contra o Vasco. E também ficou aliviado por ver que seus argumentos foram atestados. Por outro lado, ficou revoltado, tendo em vista que não tinha se dado conta do período em que a cirurgia foi realizada.

- Estou revoltado. Achava que tinham errado o prazo da volta. Mas isso não tem condições. É claro que os médicos sabiam. Fiz cinco cirurgias, peguei uma bactéria no joelho, corri risco de vida, uma cirurgia dessas poderia ter desandado. Foi uma irresponsabilidade muito grande o que fizeram comigo. A Justiça está sendo feita. Estou mais aliviado. Não vai ficar só por isso. Estou pensando o que será feito. Vou entrar na Justiça contra os médicos. Você não tem noção o que eles fizeram com a minha vida, com o meu psicológico e com a minha família. Isso tudo abreviou a minha carreira - revelou o ex-volante do Vasco.

O jogador também cobra mais de R$ 1 milhão em salários atrasados, três anos sem receber 13º e férias e a falta de depósitos de FGTS. Além disso, alega que o Cruz-Maltino reduziu o salário pela metade na última renovação.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários