Fábio Santos volta a errar pênalti pelo Corinthians após mais de sete anos
Fábio Lázaro
Fábio Santos volta a errar pênalti pelo Corinthians após mais de sete anos


Uma cena rara definiu o empate em 0 a 0 entre Deportivo Cali-COL e Corinthians, nesta quarta-feira (4) , pela quarta rodada do grupo E da Libertadores. O lateral-esquerdo Fábio Santos voltou a desperdiçar um pênalti pelo Timão após mais de sete anos.

> GALERIA - Veja todos os técnicos estrangeiros da história corintiana
> TABELA - Confira e simule os jogos da Libertadores

A última vez que isso havia ocorrido foi no dia 30 de novembro de 2014, ainda na primeira passagem do jogador pelo clube alvinegro, na derrota corintiana para o Fluminense, no Rio de Janeiro, por 5 a 2, pelo Brasileirão daquele ano.

Na ocasião, contra o Tricolor Carioca, Fábio parou no goleiro Diego Cavallieri. Dessa vez, diante do Cali, o lateral isolou por cima do gol uruguaio Guillermo De Amores.

Com a cobrança errada ante o time colombiano, Fábio Santos passou a ter 91,3% de aproveitamento no quesito penalidades, com 21 gols em 23 chutes.

A última vez que Fábio havia errado um pênalti também fazia bastante tempo, especificamente três anos e meio. Foi no dia 21 de outubro, pelo Atlético-MG, e também contra o Fluminense, no Rio de Janeiro, pelo Brasileirão daquela temporada.

Fábio Santos tem 24 gols marcados com a camisa corintiana, sendo apenas dois com bolas rolando, um de falta e o todo o restante de pênalti.

Desde o seu retorno ao Corinthians, em outubro de 2020, o camisa 26 foi às redes 10 vezes, sendo em todas as ocasiões convertando penalidades.

A última vez que Fábio marcou diante da marca da cal foi no dia 6 de fevereiro, na vitória do Timão contra o Ituano, em Itu, por 3 a 2, pela quarta rodada do Paulistão deste ano.

O lateral-esquerdo tem dois gols anotados nesta temporada, ambos na marca da cal. Além de marcar contra o Galo de Itu, Fábio Santos também converteu garantindo a vitória corintiana por 1 a 0 sobre o Santo André, pela segunda rodada do Estadual, no último dia 30 de janeiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários