Nene afirma que pressão tem afetado desempenho do Vasco na Série B e defende Zé Ricardo: 'Culpa nossa'
Lance!
Nene afirma que pressão tem afetado desempenho do Vasco na Série B e defende Zé Ricardo: 'Culpa nossa'


Depois de sentir um incômodo na coxa direita, Nene está recuperado e treinou com a equipe nesta quarta-feira, no CT Moacyr Barbosa. O camisa 10 do Vasco participou de uma coletiva em que defendeu o trabalho do técnico Zé Ricardo e citou que foram os jogadores em campo, que se desorganizaram no empate com o Tombense, em Muriaé.

- Exatamente. Acho que tem que estar todo mundo na mesma direção. Eu entendo a frustração da torcida de querer ganhar os jogos, como a gente também. E acabam falando de um ou de outro e principalmente em relação ao Zé (Ricardo). Muito disso também é do nosso grupo. Por exemplo, no jogo contra o Tombense, como a torcida é apaixonada, a gente acaba empolgando e desorganizando. E isso não é culpa do treinador, porque ele fez uma estratégia. Isso é culpa nossa. Temos que assumir esse papel e entender que não podemos nos desorganizar ou fazer algo diferente do que foi treinado - disse o camisa 10, que emendou:

+ Confira e simule a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

- Treinamos a semana toda e acabamos tomando um gol e a torcida empurrando. Às vezes até eu que sou mais experiente acabo indo nessa empolgação de querer fazer o gol, atacar todas. E isso aconteceu no primeiro tempo do jogo contra o Tombense, que ficou muito visível. No intervalo, o Zé estava bastante chateado, conversou, e a gente entendeu. Voltamos melhor para o segundo tempo e quase viramos o jogo. É preciso saber entender esses momentos. Acho que é um peso e uma impaciência que acabam afetando e nós acabamos querendo vencer de qualquer maneira - completou.

Apesar da pressão, Nene afirmou que os jogadores precisam entender que o Vasco tem que seguir o que foi treinado durante a semana mesmo se sofrer gol logo no início. Ele também pediu o apoio da torcida, sobretudo nos jogos em São Januário.

+ Vasco x CSA: confira as informações sobre a venda de ingressos para o jogo da sexta rodada da Série B

- E acho que não é assim. Isso não é culpa do Zé. Claro que a culpa recai mais em cima do treinador. Estou falando de um ponto de vista meu. Dentro de campo, fomos nós que desorganizamos e o segundo tempo foi muito melhor. Para o torcedor também entender em relação a nossa comissão técnica e ao Zé. Não é apenas ele que faz tudo. Acho que foi a empolgação, com o calor da torcida, que acaba afetando as vezes em determinado momento do jogo. Peço que o torcedor possa estar com a gente, nos apoiar. Com certeza, nos apoiando dentro de casa como foi no jogo contra a Ponte (Preta), a gente fará um grande jogo para voltarmos ao G4 que é um objetivo muito grande da gente, o mais rápido possível - finalizou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários