ANÁLISE: Palmeiras cumpre seu papel de melhor da América e é o primeiro classificado da Libertadores
Alexandre Guariglia
ANÁLISE: Palmeiras cumpre seu papel de melhor da América e é o primeiro classificado da Libertadores


O Palmeiras não tem tomado conhecimento de seus adversários nesta edição da Libertadores. Forte? Fraco? Sorte? Não importa, o Verdão tem feito aquilo que se espera do melhor time da América, do atual bicampeão do torneio. No massacre por 5 a 0 em cima do Independiente Petrolero-BOL , a equipe de Abel Ferreira garantiu classificação para as oitavas de final e o primeiro lugar no Grupo A.

GALERIA
> Palmeiras lança coleção inspirada nos anos 80; veja fotos

TABELA
> Veja classificação e simulador da Libertadores-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Em quatro jogos disputados até aqui na Liberta-2022, o Alviverde marcou 20 gols, ou seja, média de cinco por partida. Foram três goleadas (por quatro ou mais tentos de diferença) nesse período e ainda restam dois duelos desta fase, ambos no Allianz Parque. Promessa de mais goleadas e possíveis massacres no torneio.

Vão dizer que o Palmeiras teve sorte ao cair em uma chave com adversários de qualidade bem abaixo da sua, mas qual seria o papel de um gigante nesse caso? Vencer bem, atropelar, não é? Pois é assim que a equipe de Abel Ferreira tem passado por essa etapa da competição. Alguns concorrentes pegaram times tão ou mais fracos e não conseguiram nem empatar. Apenas mostra a grandeza alviverde.

É difícil cravar algo do tipo, mas pelo status de bicampeão e pelo que vem mostrando até aqui na atual Libertadores, o Verdão é o maior da América do Sul neste momento, o adversário a ser batido. As vitórias sem piedade diante do Deportivo Táchira-VEN, do Independiente Petrolero-BOL e do Emelec-EQU, são provas de que o Alviverde faz jus a tudo o que tem feito e ao patamar que alcançou nesses anos.

Não é à toa que o Palmeiras se tornou o primeiro clube da edição 2022 da Libertadores a garantir classificação para as oitavas de final da competição. E não foi só: o time também conquistou o primeiro lugar no Grupo A, uma vez que não pode mais ser alcançado pelos rivais da chave. Tudo isso com duas rodadas de antecedência.

Desde a última terça-feira, os concorrentes ao título da Liberta já sabem: o atual bicampeão já está nas oitavas de final e pronto para brigar por mais um título, que pode ser o terceiro consecutivo. A "sorte", se é que podemos falar assim, anda ao lado da competência. Abel Ferreira e seus comandando já se cansaram de mostrar isso, e quem ainda não entendeu, ou não quer entender, vai ter que aturar.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários