Mica Galvão passa por Lo e finaliza Hulk na final do GP do BJJ Stars 8
TATAME
Mica Galvão passa por Lo e finaliza Hulk na final do GP do BJJ Stars 8


Com apenas 18 anos e ainda em seu primeiro ano como faixa-preta, Mica Galvão teve uma noite histórica neste sábado (30), no Hebraica, em São Paulo. O competidor da Fight Sports finalizou Lucas Hulk na final do GP dos médios do BJJ Stars 8 e conquistou o prêmio de R$ 100 mil, além do cinturão da categoria. Já nas superlutas, Demian Maia finalizou Alex Cowboy com um triângulo em seu retorno aos tatames.

Mica finaliza e vence GP

Após passar por Leandro Lo com uma vantagem e ver Maurício Oliveira, que estava liderando o placar, se machucar e deixar a disputa, Mica deu uma aula de estratégia na decisão. O jovem manauara fez uma luta quase toda em pé, ao melhor estilo Judô. Sem deixar o atleta da Atos se impor.

Já nos segundos finais, Mica acelerou o ritmo, conquistou uma queda, pegou as costas e foi para finalização – não se contentando com os pontos que já o colocavam como campeão do GP dos médios do BJJ Stars 8. O filho de Melqui Galvão encaixou um estrangulamento arco e flecha em Hulk, que tentou segurar ao máximo, mas deu os tapas de desistência.

Demian finaliza Cowboy

De volta aos tatames após 15 anos, Demian Maia emocionou o público presente em São Paulo e também os fãs pelo PPV ao entrar de quimono. Ao tirar o “terno” para competir na disputa No-Gi com Alex Cowboy, sem muito esforço o experiente faixa-preta foi se impondo. Foi para montada, começou a progredir o jogo até finalizar com um triângulo para felicidade da torcida.

Estratégico, Preguiça triunfa

Em um confronto monótono e sem tanta movimentação, Felipe Preguiça venceu Henrique Ceconi mostrando todo o lado da sua experiência e estratégia. O mineiro trabalhou mais na guarda, enquanto o catarinense queria fazer uma disputa em pé. Ceconi acabou sendo punido duas vezes e o triunfo ficou com Preguiça. O público presente no BJJ Stars 8 vaiou o embate.

Gutemberg finaliza em apenas 25s

As projeções apontavam para uma das lutas mais equilibradas, mas Gutemberg Pereira precisou de apenas 25 segundos para finalizar Fellipe Andrew. O carioca colocou a mão na nuca do adversário, encaixou a guilhotina e pressionou até o faixa-preta da Alliance dar os três tapinhas e consolidar uma das melhores performances do BJJ Stars 8.

Bia Mesquita finaliza Julia Boscher

Campeã do ADCC 2017, Bia Mesquita entrou confiante e seguindo seu plano de jogo no duelo contra Julia Boscher no BJJ Stars 8. A faixa-preta da Gracie Humaitá, que fez sua preparação na Pirâmide Grappling, foi progredindo o seu jogo, buscando a finalização a cada ataque. No meio do confronto, derrubou, chegou ao norte-sul e pegou o braço para finalizar num armlock no BJJ Stars 8.

CONFIRA OS RESULTADOS:

BJJ Stars 8
Sábado, 30 de abril de 2022

– GP dos médios

(final)

Mica Galvão finalizou Lucas Hulk com um estrangulamento

(semifinal)
Mica Galvão derrotou Maurício Oliveira após desistência por lesão
Lucas Hulk finalizou Leo Lara com um armlock

(quartas de final)
Mica Galvão derrotou Leandro Lo por uma vantagem
Maurício Oliveira derrotou Pedro Machado por decisão dos árbitros
Leonardo Lara derrotou Wallisson Tarta por pontos
Lucas Hulk derrotou Roberto Jimenez por 2 a 0 nos pontos

– Superlutas (No-Gi)
Demian Maia finaliza Alex Cowboy com uma guilhotina
Felipe Preguiça derrotou Henrique Ceconi que recebeu duas punições
Gutemberg Pereira finalizou Fellipe Andrew com uma guilhotina
Fabrício Andrey derrotou Alex Sodré por decisão dos árbitros
Bia Mesquita finalizou Julia Boscher com um armlock
Marcos Pectho finalizou Lucas Protasio com uma guilhotina
Mariana Rolszt finalizou Thaís Loureiro com um armlock

Confira todos os detalhes do BJJ Stars 8 no site da TATAME, aqui

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários