Rogério Ceni analisa jogo do São Paulo e ressalta qualidade do Flamengo: 'Um time difícil de marcar'
Lance!
Rogério Ceni analisa jogo do São Paulo e ressalta qualidade do Flamengo: 'Um time difícil de marcar'


Após a derrota no Maracanã neste domingo (17) por 3 a 1 contra o Flamengo , Rogério Ceni analisou a partida do São Paulo e falou sobre dificuldade em disputar uma partida contra o adversário fora de casa. O jogo foi válido pela segunda rodada das equipes no Campeonato Brasileiro .

GALERIA
> ATUAÇÕES: Mesmo com gol de Calleri, São Paulo sente dificuldades e é derrotado pelo Flamengo

Mesmo com gol do Calleri, o Tricolor sentiu a pressão do Flamengo e não conseguiu garantir os três pontos nesta rodada do Brasileirão. Ceni analisou a partida e destacou que reconheceu o desempenho abaixo do esperado.

- Nós no primeiro tempo não fizemos um grande primeiro tempo. Conseguimos o gol, mas jogamos muito pouco. No segundo tempo, quando começamos a girar a bola, o cruzamento do Welington, quase que Calleri faz o segundo gol, Alisson no fundo colhendo a jogada para trás... Quando começamos a ter mais posse de bola e rodar até os 20 minutos e pouco do segundo tempo, a gente toma um gol no contra-ataque. Tem que dosar um pouquinho mais, o Welington sobe muito, mas às vezes tem que subir uma e segurar a outra, ter um equilíbrio maior. Pablo um pouco nervoso no primeiro tempo, perdendo algumas bolas de costa, temos que evitar essa bola pelo centro quando joga com uma equipe que marca pressão, marca em cima. São jogadores jovens, é uma equipe boa, não é que estamos fora de casa. Nós ganhamos no Campeonato Paulista jogos fora de casa. Mas quando você pega equipes talentosas, faz a diferença. Por mais que você marque, brigue, nem sempre você consegue um resultado positivo - explicou.

TABELA
> Veja tabela do Brasileirão 2022 e simule os próximos jogos

Leia Também

Rogério Ceni comandou o Flamengo por oito meses, deixando a equipe em julho de 2021. O atual técnico do Tricolor ressaltou que reconhecia os pontos fortes do adversário deste domingo (17), como a saída de bola e a dificuldade em marcar os jogadores, citando os nomes de Willian Arão e Filipe Luís.

- O Flamengo tem jogadores que fazem a diferença, eu sei a qualidade técnica que o Flamengo tem. Eu sei a saída de bola com Arão, Filipe Luís, a gente saia exatamente assim. É um time difícil de marcar, por isso a gente tem que aproveitar quando está superior e tentar fazer o segundo gol, como tivemos a oportunidade de marcar. É um time que sobra em qualidade técnica - disse.

Durante a coletiva de imprensa pós jogo, o treinador também comentou sobre Luan. O jogador não foi relacionado para a partida e não viajou com o restante da equipe para o Rio de Janeiro. De acordo com Ceni, devido à lesão que o atleta enfrentou por seis meses, ele não apresentou condição física suficiente para a disputa.

- O Luan jogou no limite dele na Sul-Americana, 60 minutos no limite dele. Ele não teria condições de jogar hoje. Não adianta eu trazer um jogador pelo nome, tanto que hoje ele treinou no CT para tentar melhorar a parte física, aguentar o jogo inteiro. Sei que ele é o primeiro volante, mas ele foi no limite, tanto no Peru quanto no Morumbi, não adianta eu trazer hoje em uma condição que ele não estaria bem - completou.

O São Paulo volta a campo na quarta-feira (20), contra o Juventude, pela Copa do Brasil. O duelo será disputado no estádio Alfredo Jaconi.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários