Gabriel Vasconcelos mostra confiança em acesso do Lecce na Itália: 'Quatro decisões pela frente'
Lance!
Gabriel Vasconcelos mostra confiança em acesso do Lecce na Itália: 'Quatro decisões pela frente'


A definição da temporada 2021/2022 da Série B da Itália chegou aos seus últimos quatro atos. A briga pelo acesso direto para a elite está bastante acirrada, com o Lecce na liderança da competição com 65 pontos, apenas dois a mais que a Cremonese, atual terceira colocada (apenas os dois primeiros sobem de forma direta, sem precisar disputar o playoff).

O goleiro Gabriel Vasconcelos, titular absoluto e um dos mais antigos do elenco do Lecce, destacou o clima do grupo para as quatro rodadas restantes.

- A Série B sempre é muito equilibrada. Foi assim no ano passado, se repete nesta temporada. A diferença de pontuação entre os primeiros colocados é muito curta. Estivemos próximo de subir no ano passado, mas acabou não acontecendo. Tiramos lições e, por conta disso, consideramos que são verdadeiras finais os próximos compromissos. Serão quatro decisões pela frente - analisou o goleiro.

O Lecce inicia a maratona decisiva diante do Reggina, nesta segunda-feira, às 10h (de Brasília), fora de casa. Depois a equipe do goleiro brasileiro recebe o Pisa, um rival direto pelas primeiras posições, e fecha visitando o Vicenza, e jogando com o lanterna Pordenone em seus domínios.

- A nossa tabela é bem peculiar. Três dos quatro adversários não estão na briga pelo acesso. Apenas o Pisa. Mesmo assim são confrontos muito perigosos. Todo o detalhe vai fazer a diferença para qualquer time nesta reta final. Sabemos que, neste momento, dependemos apenas das nossas próprias forças para conseguir o acesso. Temos um grande elenco, com grandes números na campanha. Tenho confiança que vamos conquistar o objetivo maior, que é o acesso. Se conseguir o título melhor ainda - afirmou.

Gabriel está em sua terceira temporada pelo Lecce. Com contrato encerrando no fim desta temporada, o jogador ainda evita falar em futuro. Mas vê o retorno ao Brasil, após dez anos, como uma das possibilidades.

- Meu foco total é o acesso. É o Lecce. Depois da temporada vou analisar o futuro. Existe a possibilidade de renovar aqui, seguir na Itália. Mas também o Brasil é uma opção. Estou há mais de dez anos no futebol italiano e tenho vontade de atuar profissionalmente no meu país. Tive sondagens, e não descarto. Mas, no momento, toda a minha atenção está nas quatro rodadas finais - finalizou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários