Guardiola e Klopp reprovam torcedores do Manchester City por ato em homenagem às vítimas de tragédia do Liverpool
Lance!
Guardiola e Klopp reprovam torcedores do Manchester City por ato em homenagem às vítimas de tragédia do Liverpool


Nem tudo foi motivo de elogio no duelo entre Manchester City e Liverpool neste sábado, pela semifinal da Copa da Inglaterra, vencido pelos Reds . Antes da partida, alguns torcedores dos Sky Blues não respeitaram o minuto de silêncio em homenagem às vítimas da tragédia de Hillsborough, e foram repreendidos pelos treinadores das duas equipes após o jogo.


O tributo foi em referência a um desastre ocorrido em 1989, quando 95 torcedores morreram pisoteados, além de outros 766 terem ficado feridos em um jogo entre Liverpool e Nottingham Forest. O Manchester City se pronunciou sobre o ocorrido de parte de seus torcedores e lamentou.

- O Manchester City está extremamente desapontado com as ações de alguns torcedores do City durante o minuto de silêncio antes do jogo de hoje. O clube pede sinceras desculpas a todos os ligados ao Liverpool Football Club - disse o clube.

+ Veja a tabela e os jogos do Campeonato Inglês

Considerada a maior tragédia da história do futebol, ela completou 33 anos na última sexta-feira, dia 15 de abril. Após a partida, o técnico Pep Guardiola criticou a atitude dos fãs de sua equipe.

- Acho que o Manchester City fez um comunicado. Este não é o Manchester City. Estamos perto do Liverpool pela tragédia que aconteceu anos atrás. Estamos ao lado deles. Esses caras cantando não representa o que somos - declarou o catalão.

+ Fernandinho vai voltar ao Brasil: veja por onde andam os jogadores da Copa de 2014

Treinador do Liverpool, Jürgen Klopp também comentou o assunto e afirmou que a atitude "não foi legal".

- Algumas pessoas não entenderam a situação. Não é legal, eles estão errados no momento. Mas não tem nada a ver com o Manchester City e aceitamos suas desculpas - disse o alemão.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários