Athletico-PR domina e vence The Strongest pela Libertadores
Lance!
Athletico-PR domina e vence The Strongest pela Libertadores


O Athletico-PR conquistou a sua primeira vitória da Libertadores. Nesta quinta-feira (14), o Furacão venceu, por 1 a 0, o The Strongest. As equipes se enfrentaram na Arena da Baixada, pela 2ª rodada da competição. Com o resultado, paranaenses ficam na 2ª colocação do Grupo B, atrás do Libertad.

ATAQUE X DEFESA

O jogo começou com boas chances, principalmente pelo Athletico-PR. O Furacão comswhuiu ter maior posse de bola, mas não conseguiu finalizar. As principais chances foram pela esquerda, com Cuello. O atleta, inclusive, teve a primeira finalização, mas mandou para a rede, pelo lado de fora. Logo depois, Cuello mandou para Hugo Moura cruzar para Cannobbio, mas acabou isolando. No final da etapa, Terans girou na área e cruzou para Pablo bater de joelho para fora.

DOMÍNIO!

O Athletico voltou com muita pressão e não deu espaços para o The Strongest. Assim, tiveram boas chances de saírem à frente do placar. Aos 19, de pênalti, Terans bateu forte no alto abrindo o placar. Depois disso, o jogo voltou a ser bastante truncado, com poucas oportunidades sendo criadas. Aos 32, Orejuela cruzou, Vitinho ajeitou e a defesa adversária travou.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO-PR X THE STRONGEST

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 14/04/2022 - 19h (de Brasília)
Árbitro: Dario Herrera (ARG)
Assistentes: Juan Belatti (ARG) e Mariana de Almeida (ARG)
Cartões amarelos: Hugo Moura e Vitinho (Athletico-PR); Aponte, Wayar e Triverio (The Strongest)
Cartões vermelhos: -

GOLS: Terans (19’/2°T) (1-0)

ATHLETICO-PR (Técnico: Fabio Carille)

Bento; Orejuela, Matheus Felipe, Pedro Henrique e Abner Vinícius; Hugo Moura, Bryan García e Terans; Pablo (Marcelo Cirino, aos 16’/2°T), Canobbio (Marlos, aos 34’/2°T) e Cuello (Vitinho, aos 15’/2°T).

THE STRONGEST (Técnico: Cristian Diáz)

Viscarra; Saúl Torres, Castillo, Demiquel e Aponte; Wayar (Arrascaita, aos 28’/2°T), Saucedo (Cascini, aos 15’/2°T), Ursino, Calleros (Rodrigo Amaral, aos 36’/2°T) e Esparza (Henry Vaca, aos 36’/2°T); Triverio.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários