São Paulo faz acordo com TJD para livrar Calleri de gancho
Gabriel Santos
São Paulo faz acordo com TJD para livrar Calleri de gancho


O São Paulo fez um acordo com o TJD-SP (Tribunal de Justiça Desportiva) e livrou o atacante Calleri de um gancho após o jogador dar um tapa e derrubar o celular de um atleta da base do Palmeiras após a final do Campeonato Paulista. A informação foi divulgada primeiramente pelo 'GE' e confirmada no LANCE! .

VEJA A TABELA DO CAMPEONATO BRASILEIROS 2022

No acordo, ficou definido que Calleri pagará uma multa de R$ 30 mil, sendo R$ 20 mil que serão destinados a uma instituição de caridade e R$ 10 mil ao Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo. Além desse valor, o argentino arcará com mais R$ 3 mil a uma outra instituição de caridade. O valor representa o celular.

O acordo foi proposto pelos advogados do São Paulo, que tinham como objetivo livrar Calleri de uma punição em campo. O atacante poderia ser suspenso por até seis partidas, que teriam que ser cumpridas no Campeonato Paulista da próxima temporada.

Entenda o caso
Enquanto se direcionava para o ônibus do São Paulo após a derrota sofrida pela equipe na final do Paulistão para o Palmeiras, o atacante Calleri se mostrou irritado com um torcedor rival que o filmava no momento, deu um tapa em seu celular e o derrubou no chão.

Após muitas críticas, o jogador emitiu nota no outro dia em seu Instagram assumindo o erro de ter dado um tapa no celular de Felipe Goto, jovem jogador da base do Palmeiras, e pediu perdão ao garoto.

Calleri deu um tapa em celular (Foto: Reprodução / Internet)

Leia Também

- Sobre o que aconteceu na saída do estádio, ontem, gostaria de enviar o meu sincero pedido de desculpas ao garoto. Foi um momento em que eu estava de cabeça muito quente e que não deveria ter acontecido. Me coloco à disposição para reparar o dano causado ao aparelho celular - escreveu o argentino.

Na mesma semana, a

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários