Com gol contra bizarro, Corinthians vence o Deportivo Cali e respira na Libertadores
Rafael Marson
Com gol contra bizarro, Corinthians vence o Deportivo Cali e respira na Libertadores


O Corinthians tirou o peso da pressão e superou o Deportivo Cali-COL por 1 a 0, em duelo válido pela 2ª rodada da Libertadores . Caldera, contra, fez o único gol da partida no segundo tempo.

> GALERIA - Veja todos os técnicos estrangeiros que comandaram o Timão

Com o resultado na Neo Química Arena, o Grupo E fica totalmente embolado, já que o Timão chega aos três pontos e iguala a pontuação dos outros três integrantes.

Na próxima rodada da Libertadores, a equipe de Vítor Pereira recebe o Boca Juniors na Neo Química Arena, no dia 26 de abril, às 21h30. Dois dias depois, às 23h, os comandados de Rafael Dudamel vão até a altitude de La Paz medir forças com o Always Ready-BOL.

> TABELA - Vai passar? Confira e simule os jogos do Corinthians na Libertadores

INÍCIO AGITADO

O Corinthians começou a partida com maior ímpeto ofensivo e ameaçou abrir o placar em dois momentos de bola aérea. Na primeira, após cobrança de falta, a zaga do Deportivo Cali tirou da cabeça de Jô. No lance seguinte, Paulinho chegou com tudo na pequena aérea após escanteio, mas mandou por cima do gol de Amores.

A resposta dos colombianos veio aos 18 minutos. Em cobrança de escanteio, Burdisso cabeceou cruzado, Cássio se esticou e fez boa defesa, impedindo que o placar fosse aberto.

BANDEIRINHA ANULA O GOL DE JÔ

Explorando o lado esquerdo da defesa do Cali, o Timão voltou a chegar com perigo aos 24 minutos. Fagner recebeu na direita e mandou na área. A bola passou por Mantuan e chegou em Fábio Santos, que chegou de carrinho chutando para fora.

E era pelo lado direito onde os brasileiros criavam suas melhores jogadas. Aos 29 minutos, Fagner novamente chegou na linha de fundo e mandou cruzamento rasteiro, na entrada da área. Mantuan, livre, não conseguiu dar direção no chute, e Amores fez a defesa.

O time da casa cresceu no jogo e chegou a abrir o placar com Jô, mas o bandeirinha flagrou o camisa 17 em condição de impedimento. O Cali, em raro momento onde conseguiu achar brecha no sistema defensivo do Timão, teve chance em chute de longa distância com Camargo, mas Cássio agarrou a bola.

> GUIA LIBERTADORES - Tudo o que você precisa sabe sobre o Timão na Liberta

ALVINEGRO CARIMBA A TRAVE NO COMEÇO DO SEGUNDO TEMPO

Precisando dos três pontos, o Corinthians voltou para o segundo tempo sem alterações. Aos 4 minutos, Mantuan recebeu na direita, pedalou em cima da marcação, puxou para a esquerda e soltou chute cruzado. De Amores conseguiu leve desviou, e a bola bateu na trave.

O Deportivo Cali, que perdeu o experiente zagueiro Burdisso por lesão, seguia com dificuldades para trocar passes e ameaçar a meta de Cássio. Aos 15 minutos, Vítor Pereira colocou Du Queiroz e Piton.

MOMENTO TRAPALHÕES NA NEO QUÍMICA ARENA

No momento mais morno da segunda etapa, Caldera, que substituiu o veterano defensor do Cali, protagonizou um lance bizarro. Aos 22 minutos, após chute de fora da área, De Amores espalmou para o meio, e o camisa 4 cabeceou contra o próprio gol, encobrindo seu próprio goleiro.

Com o placar favorável, o Corinthians diminuiu o ritmo de jogo e trocou mais passes. A equipe colombiana tentou o ultimato aos 42. Bola levantada na área do Timão, Marsiglia desviou para trás, mas Caldera, cara a cara com Cássio, chutou por cima, e os brasileiros conseguiram a vitória.

FICHA TÉCNICA - CORINTHIANS 1 X 0 DEPORTIVO CALI
Local:
Neo Química Arena, São Paulo, Brasil
Data-Hora: 13/4/2022 - 21h
Árbitro: Éber Aquino - PAR
Assistentes: Eduardo Cardozo - PAR e Julio Aranda - PAR
Público/renda: 37.878 / R$ 3.069.768.25
Cartões amarelos: Paulinho, Gil, João Victor (COR); Mafla, Aldair Gutiérrez, Rafael Dudamel (CAL)
Cartões vermelhos: -
Gol: Jose Caldera (contra) (22'/2ºT) (1-0)

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Gil, Raul Gustavo e Fábio Santos (Lucas Piton, 15/2ºT); Maycon (Du Queiroz, 15/2ºT), Paulinho (Paulinho, 24/2ºT) e Renato Augusto; Mantuan; Jô (Róger Guedes, 23/2ºT) e Willian (Bruno Melo, 39/2ºT). Técnico: Vítor Pereira.

DEPORTIVO CALI
Guillermo De Amores; Aldair Gutiérrez, Guillermo Burdisso (Jose Caldera, 3/2ºT), Marsiglia e Mafla (Carlos Robles, 3/2ºT); Jhon Vásquez (Ramos, 32/2ºT), Edgard Camargo (Luna, 32/2ºT), Jimmy Congo, Kevin Velasco e Teófilo Gutiérrez (Cabezas, 32/2ºT); Ángelo Rodriguez. Técnico: Rafael Dudamel.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários