Homem de confiança de Guardiola, Fernandinho fechará ciclo histórico e vitorioso no Manchester City
Lance!
Homem de confiança de Guardiola, Fernandinho fechará ciclo histórico e vitorioso no Manchester City


Um ciclo vitorioso e histórico que chega ao fim. Nesta terça-feira, o volante Fernandinho anunciou que não vai renovar seu contrato com o Manchester City e que vai deixar o clube ao fim da temporada europeia, em junho. O brasileiro ainda não definiu seu futuro, mas provavelmente deve desembarcar em Curitiba para defender as cores do Athletico.

Ao chegar para a coletiva de imprensa que antecede o dia do duelo entre Manchester City e Atlético de Madrid pela Champions League, o volante comunicou para a imprensa e para o mundo sobre seu futuro.

- Eu quero continuar jogando. E com certeza vou voltar para o Brasil. Já decidi junto com a minha família que nesse momento é o melhor e mais importante para mim - declarou o jogador, que fechará uma era histórica no clube.

VITORIOSO, CAPITÃO E HOMEM DE CONFIANÇA
Fernandinho chegou ao Manchester City em 2013 junto ao Shakhtar Donetsk. Desde então, o brasileiro disputou mais de 370 partidas com a camisa do clube inglês venceu seis vezes a Copa da Liga, uma vez a FA Cup, uma Supercopa da Inglaterra e conquistou a Premier League em quatro oportunidades, sendo o capitão do último título do City, na temporada 2020/2021, entrando para a história como brasileiro a levantar a taça do Campeonato Inglês como líder da equipe.

Mas a passagem histórica de quase 10 anos pelo Manchester City não se resume apenas aos títulos conquistados. Pep Guardiola, treinador da equipe desde 2016, fez de Fernandinho seu grande homem de confiança dentro de campo.

O treinador catalão sempre rendeu inúmeros elogios ao jogador brasileiro, principalmente no momento em que transformou Fernandinho no capitão da equipe depois da aposentadoria de Kompany e da saída de David Silva, outra lenda do clube.

- Tudo que vou dizer é que estou mais impressionado do que surpreso com a postura dele como capitão. Está liderando o time de uma maneira excepcional, nos bons e especialmente nos maus momentos. É um exemplo para nós. Quando o time tem um exemplo assim, fica mais forte. Como ele fala com os colegas, com o auxiliar-técnico, antes dos jogos, nos intervalos. Não só de futebol, mas sobre vida, como ele se comporta a cada dia nos treinamentos. Não são só palavras. É o primeiro capaz de fazer isso - disse Guardiola em janeiro de 2021.

PEGO DE SURPRESA
A notícia da não permanência de Fernandinho no clube, inclusive, surpreendeu Guardiola. Em entrevista coletiva antes do duelo com o Atlético de Madrid pela Champions League, o treinador foi pego de surpresa com o anúncio . Vale lembrar que o jogador não tem jogado com a mesma frequência que jogava outrora.

- Eu não sabia mesmo. Não escutei. Talvez o Txiki Begiristain (diretor de futebol do Manchester City) saiba (o motivo da saída) e não tenha me dito. Não sei. Mas é uma surpresa. Eu sei das intenções dele, outro jogador pode ter benefícios ou esconder alguma coisa. Com Fernandinho não, aconteceu. Eu entendo perfeitamente jogadores com contrato até 2023 quererem sair... Olhe para Ferran Torres (jovem que deixou o clube inglês e foi para o Barcelona) . Não quero ninguém insatisfeito. Pela idade dele, pela família dele no Brasil. O clube vai ajudá-lo - disse Guardiola.

IMPORTÂNCIA
Após lamentar a decisão de Fernandinho, Pep fez questão de lembrar a importância do volante brasileiro no vestiário e para com o elenco do Manchester City, principalmente nesta temporada onde o jogador tem sido reserva.

- O papel que ele tem nessa temporada, eu gosto de quem tem esse comportamento nos bastidores. Eu sei o que ele faz, principalmente pelas minhas costas, ele lida com muitos dos nossos jogadores e estrelas em benefício do time. Eu o elogio, ele estava aqui quando cheguei. Sterling, De Bruyne, Stones, alguns jogadores. Nós o conhecemos bem, desde o primeiro dia até agora. É um jogador incrível para o Manchester City. Há coisas que ninguém sabe, mas eu sei muito bem - destacou.

Além do treinador, Fernandinho também é querido por seus companheiros de elenco. Gundogan, meio-campista alemão do City, já fez declarações exaltando a liderança do brasileiro dentro do vestiário e sobre a sua importância.

- Eu realmente não posso expressar como o Fernandinho é importante para o nosso grupo. Ele é imenso. Talvez não tenha tido tanto tempo de jogo quanto outros nessa temporada, mas ele sabe como colaborar, sabe o espaço dele, o que dizer... Isso que é um líder. Não tem medo de dizer nas horas difíceis a verdade. Ele é grande parte do nosso sucesso nesse ano. Quando jogou, foi incrível - disse o meio-campista ao final da temporada passada.

ÚLTIMA CHANCE
De saída do Manchester City, Fernandinho agora terá mais um mês e meio de temporada na europa para buscar o tão sonhado título de Champions League que falta na galeria do clube e em sua carreira antes de retornar ao futebol brasileiro.

O Manchester City, atual vice-campeão da Champions, terá o Atlético de Madrid nesta quarta-feira, com a vantagem de ter vencido o jogo de ida por 1 a 0, para seguir na briga por um título inédito e que encerraria a trajetória mais do que vitoriosa de Fernandinho no clube com chave de ouro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários