Por pedido de pagamento à vista, Botafogo não avança por Tabata e Sauer e volta à 'estaca zero' em ponta
Sergio Santana
Por pedido de pagamento à vista, Botafogo não avança por Tabata e Sauer e volta à 'estaca zero' em ponta


O Botafogo voltou muitas casas na busca por um ponta nas últimas horas da janela de transferência. O clube recebeu recusas de Sporting e Boavista nas tentativas por, respectivamente, Bruno Tabata e Gustavo Sauer . As equipes portuguesas solicitaram pagamentos à vista pelos jogadores.

+ Eran Zahavi acena positivamente ao projeto do Botafogo, e clube confia em contratação no meio do ano

O clube carioca tinha a intenção de adquiri-los em definitivo, mas com o pagamento parcelado durante o ano. Tanto Boavista quanto Sporting bateram o pé para receber o dinheiro de forma inteira agora, algo que está longe do que o Botafogo pode fazer.

+ Veja a tabela do Brasileirão

O Alvinegro, com pouco tempo na janela, resolveu desistir das situações de Sauer e Tabata. O clube já tem novos alvos para a posição, mas corre contra o tempo - a janela fecha nesta terça-feira. O "SIC" informou primeiramente e o LANCE! confirmou.

Gustavo Sauer, inclusive, já tinha acertado salários e parte financeira com o Botafogo. O Boavista havia pedido 2 milhões de dólares (R$ 9,4 milhões, na cotação atual). Os valores colocados à mesa pelo Alvinegro até chegavam perto, mas o formato de ser à vista inviabilizou o negócio.

As conversas por Bruno Tabata sempre foram mais difíceis e os valores eram até mais altos do que os de Sauer. O Sporting também não aceitou a situação proposta pelo Botafogo, que precisará se reinventar no bastidores para achar um reforço para a posição.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários