Conselho Deliberativo do Flamengo revoga suspensão do ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello
Lance!
Conselho Deliberativo do Flamengo revoga suspensão do ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello


O Conselho Deliberativo do Flamengo , em sessão realizada nesta segunda, decidiu por revogar a suspensão de 90 dias do quadro social do ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello. A maioria dos conselheiros votou contra a decisão tomada pelo Conselho de Administração , em agosto de 2021. Bandeira foi absolvido com 281 votos. Já 135 conselheiros votaram a favor da suspensão.

Eduardo Bandeira de Mello teve a defesa feita, na sessão, por Flávio Willeman, ex-vice-presidente jurídico do clube. O processo contra o ex-mandatário foi aberto por declarações de 2020 a respeito do incêndio no Ninho do Urubu.

O inquérito foi aberto por conta de declarações de Bandeira de Mello, em 2020, nas quais afirma que o incêndio que vitimou 10 jovens das divisões de base "dificilmente teria acontecido em sua gestão". Na época, Eduardo Bandeira de Mello falou à reportagem do LANCE!, e reforçou que "não ofendeu ninguém."

A declaração de Bandeira de Mello se deu por conta do planejamento que havia em sua gestão, no qual as divisões de base passariam a utilizar os alojamentos do módulo 1 do CT do Ninho do Urubu a partir de 1º de janeiro de 2019, e não mais os contêineres. Em 8 de fevereiro de 2019, um incêndio atingiu uma das unidades e vitimou 10 atletas das divisões de base do clube.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários