Toca nele! Com três gols de Calleri, São Paulo goleia o Athletico-PR na estreia no Brasileirão
Gabriel Santos
Toca nele! Com três gols de Calleri, São Paulo goleia o Athletico-PR na estreia no Brasileirão


O São Paulo começou o C ampeonato Brasileiro da melhor maneira possível. Na noite deste domingo (10), o Tricolor, com hat-trick de Calleri e um de Luciano, goleou o Athletico-PR por 4 a 0. Agora, o São Paulo vira a chave para a Sul-Americana, onde encara o Everton-CHI, nesta quinta-feira (14), às 19h15. No mesmo dia, o Furacão enfrentará o The Strongest-BOL, às 19h, em casa, pela Libertadores.

JOGO COMEÇA COM ATHLETICO NO ATAQUE E SÃO PAULO RESPONDE
A partida começou morna, com as duas equipes se estudando. O São Paulo tentava apertar a saída de bola do Athletico, que conseguia trocar passes no campo ofensivo. A primeira chance do jogo foi do Furacão, com oito minutos. Cuello dominou na entrada da área e bateu, mas ela foi por cima.

O São Paulo respondeu aos 14 minutos. Rafinha tirou e armou contra-ataque com Eder. O camisa 23 tocou para Nikão, que puxou para a esquerda e bateu. Bento encaixou com facilidade. Um minuto depois, Calleri recebeu, apostou corrida com os zagueiros e bateu para fora.

CALLERI ABRE O PLACAR PARA O SÃO PAULO
Conforme a partida acontecia, o São Paulo conseguia chegar com mais perigo à meta do Athletico. Numa dessas escapadas, aos 18, Rafinha recebeu na ponta direita e cruzou. Éder furou o cabeceio, mas Khellven errou na hora de afastar. A bola sobrou para Calleri tocar na saída do goleiro e fazer 1 a 0.

Pouco tempo depois, com 21, Eder recebeu lindo passe de Igor Gomes, de letra e bateu de fora da área. Bento voou e fez um milagre.

SÃO PAULO E ATHLETICO ASSUSTAM ANTES DO INTERVALO
O Tricolor teve mais uma chance de ampliar, aos 25 minutos. Alisson achou espaço pelo meio do campo e bateu de fora da área. A bola desviou e sai em escanteio, com perigo para a meta atleticana.

Depois disso, o São Paulo recuou mais e permitiu que o Athletico ficasse com a bola. O Furacão quase empatou aos 41. Após chutão no campo de defesa, Cirino levou vantagem da indefinição na zaga do São Paulo, ficou com a bola e bateu, mas por cima do gol de Jandrei.

> TABELA: Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

2º TEMPO COMEÇA COM MAIS UM GOL DE CALLERI
O segundo tempo iniciou com o São Paulo em cima do Athletico-PR. Com isso, logo aos sete minutos, Calleri apareceu novamente, após receber cruzamento de Welington e cabecear sem chances para o goleiro Bento.

O Athletico-PR até tentava chegar com perigo ao gol de Jandrei, mas pecava no último passe. Aos 12, Cuello recebeu de Abner pela esquerda, puxou para o meio e arriscou de fora da área, mas a bola foi por cima do gol.

CALLERI MARCA O TERCEIRO DELE E LUCIANO COMPLETA O PLACAR
Conforme o tempo passava, só o São Paulo mandava no jogo. Aos 24, após cruzamento de Toró, Bento afastou, mas a bola ficou na área. Calleri chutou girando depois de furada de Igor Gomes e acertou o ângulo.

O Furacão não esboçava nenhuma reação e com isso o São Paulo só crescia na partida. O quarto não demorou para sair. Com 28, Calleri abriu para Toró, que cruzou na cabeça de Luciano. O camisa 11 só escorou para marcar.

Fim de jogo com vitória maiúscula do São Paulo.

SÃO PAULO 4 x 0 ATHLETICO-PR
Local:
Estádio do Morumbi, São Paulo (SP)
Data/Horário: 10/04/2022, às 19h
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ) (FIFA)
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Gols: Calleri (18'/1ºT) (1-0). Calleri (07'/2ºT) (2-0), Calleri (24'/2ºT) (3-0), Luciano (28'/2ºT) (4-0)
Cartões Amarelos: Alisson (SAO), Pedro Henrique, Christian, Vitor Bueno (CAP)
Cartões Vermelhos:
Público e Renda:
20.606 torcedores / R$ 687.594,00

SÃO PAULO
Jandrei, Rafinha, Diego Costa, Léo e Welington; Pablo Maia, Nikão (Toró, aos 20'/2ºT) e Igor Gomes (Andrés Colorado, aos 39'/2ºT); Eder (Luciano, aos 20'/2ºT), Alisson (Talles, aos 32'/2ºT) e Calleri (Rigoni, aos 32'/2ºT). Técnico: Rogério Ceni.

ATHLETICO-PR
Bento; Khellven (João Vialle, aos 22'/2ºT), Pedro Henrique, Lucas Halter e Abner; Hugo Moura, Christian e Terans (Marlos/Intervalo); Cuello (Vitinho, aos 16'/2ºT), Vitor Bueno (Canobbio, aos 16'/2ºT) e Marcelo Cirino (Pedro Rocha, aos 27'/2ºT). Técnico: Alberto Valentim.

São Paulo venceu com show de Calleri (Foto: Divulgação/São Paulo)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários