Daniel Willycat estreia no UFC neste sábado (6), na Flórida
Lance!
Daniel Willycat estreia no UFC neste sábado (6), na Flórida


Idealizado para ser uma fábrica de campeões, o Instituto Diego Lima terá seu primeiro atleta formado em casa a pisar no octógono mais famoso do planeta neste sábado (6), a partir das 19h30. Realizado na Flórida-EUA, o UFC 273 irá trazer, além de duas disputas de cinturão, a estreia de Daniel Willycat, promessa da academia que possui em seu plantel, dentre outros nomes, o campeão peso-leve Charles do Bronx. Válido pela divisão dos galos, o primeiro duelo do mineiro de Uberaba será contra Julio Arce, norte-americano de 32 anos. Animado para o desafio, o atleta já pensa em mostrar ótimas credenciais em sua primeira aparição no Ultimate.

“Sou um cara mais da trocação. Gosto mais da luta em pé. Comecei no muay thai e sou apaixonado por isso. Eu estou bem tranquilo, treinei muito. Eu acredito em um nocaute, mas se for uma luta por pontos eu vejo sendo uma guerra comigo tendo o braço levantado no final", afirmou Willycat, que possui um cartel com oito vitórias em nove lutas, sendo quatro delas por nocaute.

Motivado para atuar no maior evento de MMA do mundo, Daniel tem um parceiro - e tanto! - de treinos diariamente na Chute Boxe Diego Lima: o amigo Charles do Bronx. O dono do cinturão dos leves é referência inclusive no visual, já que o atleta mineiro prometeu lutar com os cabelos platinados, no estilo “Super Sayajin”. A experiência de treinar com o campeão é um diferencial para Daniel, que não esconde quais são seus ídolos no esporte.

“Quando eu vi o Anderson Silva lutar, nocautear e subir na grade, com a galera ovacionando ele, eu pensei que precisava sentir isso também. Ele é uma lenda. No começo eu me espelhei, também, muito no Thomas Almeida, no Charles e no José Aldo”, declarou o lutador, que já vislumbra um futuro promissor na franquia comandada por Dana White:

“Era meu sonho ser um lutador do UFC. O peso-galo é uma categoria bem acirrada no top 10, com muito talento. Meu foco é ser campeão e eu treino na melhor academia, com os melhores parceiros de treino. Em pouco tempo eu vou bater na porta deles”, concluiu.

Observando de perto o crescimento de mais uma “cria”, Diego Lima vê com orgulho o grande passo dado por Willycat. A estreia do atleta inaugura um marco no Instituto que leva o nome do treinador de MMA. já que será o primeiro nome da instituição a atuar na estrelada organização. O feito funciona quase como um “prêmio” à fundação, que contempla jovens de baixa renda e atletas profissionais em um projeto idealizado para alavancar o esporte.

“Estamos muito felizes em ver tantas coisas boas acontecendo na vida dos nossos atletas, Eles são um orgulho para todos nós. O Instituto nasceu para dar oportunidades e incentivar os atletas que tanto batalham por um lugar ao sol. Sem dúvidas, o Daniel será o primeiro de muitos a brilhar no UFC”, exaltou Diego.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários