GUIA DO BRASILEIRÃO: São Paulo busca evitar riscos da última temporada
Lance!
GUIA DO BRASILEIRÃO: São Paulo busca evitar riscos da última temporada


Após o vice-campeonato do Paulista e com a Sul-Americana no início da fase de grupos, o São Paulo foca no começo do Campeonato Brasileiro para evitar os sustos que ocorreram na última temporada, quando venceu somente na 10ª rodada e ficou praticamente o torneio inteiro ameaçado de rebaixamento. Prova disso é que, na partida diante do Ayacucho, na última quinta-feira (07), Rogério Ceni escalou o time reserva e admitiu que a concentração estará focada no torneio nacional. 

Time-base: Jandrei, Rafinha, Léo, Arboleda e Welington (Reinaldo); Pablo Maia, Rodrigo Nestor e Igor Gomes; Eder, Alisson e Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

Vaivém do Tricolor
Quem chega:
Jandrei, Rafinha, Alisson, Nikão, Andrés Colorado e Patrick
Quem sai: Lucas Perri, Orejuela, Bruno Alves, Rorigo Freitas, William, Liziero, Shaylon, Benítez, Rojas, Galeano, Vitor Bueno e Pablo
Quem pode chegar: -
Quem pode sair: -
Necessidade de reforços: Atacante
Retornos de empréstimo: -

Os primeiros jogos:
10/4 - São Paulo x Athletico-PR - Morumbi
17/4 - Flamengo x São Paulo - Maracanã
23/4 - Red Bull Bragantino x São Paulo - Nabi Abi Chedid
2/05 - São Paulo x Santos - Morumbi
08/05 - Fortaleza x São Paulo - Castelão

Opinião do setorista - Gabriel Santos
O São Paulo entra nesse Campeonato Brasileiro com um time capaz de brigar por uma vaga na próxima Libertadores da América, competição em que ficou de fora nesta temporada. Acredito que tem time para isso, pois há jogadores que podem cumprir bem o seu papel e serem substituídos na mesma qualidade.

Os primeiros meses desse ano foram uma espécie de 'rejuvenescimento'. Depois de um início muito ruim no Paulistão, o time engrenou e chegou na final do estadual. A atuação muito abaixo da média na decisão contra o Palmeiras não apaga o bom trabalho que vem sendo realizado por Rogério Ceni.

Vale destacar a boa mescla que o time do São Paulo tem, com jogadores experientes, como Rafinha e Eder, se reunindo a juventude de Pablo Maia, Rodrigo Nestor e Igor Gomes, ou Gabriel Sara. Também não podemos deixar de fora a artilharia de Jonathan Calleri, destaque do Tricolor na campanha do estadual.

Portanto, vejo uma equipe do São Paulo bastante equilibrada e sabendo os objetivos que perseguirá desde o começo do torneio. Tendo um bom planejamento, acredito que brigará na parte de cima da competição.

Opinião da setorista - Izabella Giannola
Após início com desconfiança e dificuldade no Campeonato Paulista, o São Paulo mostrou que conseguiu se recuperar e chegou até a final da competição. A derrota para o Palmeiras no jogo de volta por 4 a 0, que deu o título ao rival, foi preocupante ao São Paulo devido ao seu baixo rendimento durante o jogo, mesmo chegando com vantagem. Porém, ao analisar como um todo, Rogério Ceni soube ministrar a equipe, e seu sistema de jogo garantiu algo que pode ser peça-chave durante o Campeonato Brasileiro: a revelação de jogadores que antes não eram tão utilizados.

É fato que a base são-paulina é considerada um dos maiores destaques da temporada até o momento. Nomes como os de Pablo Maia, Marquinhos, Diego Costa, entre outros, podem ser essenciais para a competição, e também para o rodízio adotado pelo treinador. Com o calendário apertado e três competições rolando, já que além do Brasileiro, o Tricolor disputa a Copa do Brasil e a Copa Sul-Americana, a rotação de jogadores será essencial para evitar lesões ou desgastes, e como Ceni notou que isso deu certo, é quase certo que seguirá com esse estilo.

Com 16 jogos disputados no Paulista, o São Paulo somou dez vitórias, quatro derrotas e dois empates. Entre as equipes paulistas, sua campanha só fica atrás do Palmeiras, que teve somente uma derrota até o momento, contra o próprio Tricolor no jogo de ida da final.

Analisando todo esse retrospecto até o momento, pode-se afirmar que a equipe de Rogério Ceni chega forte para a competição. Os novos reforços também surpreenderam positivamente, sendo Jandrei um dos melhores destaques. O goleiro passou a ocupar a titularidade que antes era liderada por Tiago Volpi. Ao avaliar por agora, o Tricolor chega como uma forte potência entre as equipes do Sudeste. Talvez, umas das maiores preocupações, por agora, é o calendário apertado de jogos, competições e viagens.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários