Abel explica ausência de Nathan no Fluminense e garante: 'Não temos medo de colocar ninguém'
Luiza Sá
Abel explica ausência de Nathan no Fluminense e garante: 'Não temos medo de colocar ninguém'


Nesta quarta, o Fluminense estreou com vitória por 3 a 0 na fase de grupos da Sul-Americana, contra o Oriente Petrolero- BOL. Depois do jogo, Abel Braga comentou sobre a ausência de Nathan, que atuou em apenas sete jogos na temporada. O técnico tricolor afirmou que o meia está bem nos treinos, mas não tem sido acionado pelo estilo de jogo que o professor propõe. Ele ainda explicou as alterações que fez durante a partida no Maracanã.

Além de Nathan, Abel exaltou Ganso , que vem conquistando espaço no time principal com boas atuações. Ele também elogiou as substituições de Erwin Sánchez, treinador do Oriente Petroleiro, e falou sobre o desempenho de Samuel Xavier e Wellington, que vinham sendo alvos de críticas por parte da torcida tricolor.

- O Nathan está treinando muito bem. Ele não teve oportunidade porque quando chegamos a essa forma de jogar, o titular está aqui (Ganso). Tem jogo que tem que tirar e segurar. Hoje eu não precisava arriscar mais nada. O Sanchéz mexeu muito bem. Ele adiantou os laterais e trouxe o pessoal de lado para dentro, começou a complicar a gente. Tive que fazer uma linha de quatro na frente da linha de cinco. Ainda tivemos a chance de fazer o quarto, o quinto. Mas não tem nada. Vai chegar o momento dele. Só posso colocar onze. Estou feliz para caramba, o Samuel (Xavier) fez um bom jogo, assim como o Wellington. Jogadores que até pouco tempo eram vaiados e você não pode imaginar a satisfação que eles nos deram. A alegria dos colegas é muito boa. O torcedor apoiou, deu carinho, o jogador rende - avaliou.

- Houve uma evolução muito grande. Se deve a uma maneira diferente daquela que começamos o campeonato, mas com uma confiança grande. Usamos isso também, mesmo com a vantagem contra o Flamengo, e isso desgasta menos a nossa equipe. Comecei com o Yago, depois tirei e coloquei o Martinelli. Tem o Willian, o Arias não estava tão bem, agora voltou. É jogo a jogo. O que eu quero é que cada jogador possa entrar e render. Confiamos em todos. Hoje eu não precisava colocar o David Duarte para jogar de início, poderia ter iniciado com o Luccas Claro. O critério é que para o lado direito tem Nino e Duarte, no meio Felipe (Melo), Manoel e (Matheus) Ferraz. Na esquerda o Braz e o Luccas Claro. O David Duarte tem uma boa saída de bola. Não temos medo de colocar ninguém - disse o treinador.

Agora, o Flu volta todo o foco para o Campeonato Brasileiro. A primeira rodada acontece já neste sábado, às 16h30, diante do Santos, também no Maracanã. Já pela competição sul-americana, o time de Abel Braga volta a entrar em campo na quarta-feira, às 21h30, quando visita o Junior Barranquilla na Colômbia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários