Com tempo para trabalhar na pré-temporada, Abel Ferreira adota esquema 'preferido' no Palmeiras
Alexandre Guariglia e Rafael Ribeiro
Com tempo para trabalhar na pré-temporada, Abel Ferreira adota esquema 'preferido' no Palmeiras


O Palmeiras está em fase final de pré-temporada . Enquanto do lado de fora da Academia de Futebol os assunto eram outros, Abel Ferreira usou o tempo para colocar em prática um desejo antigo, que é adotar o esquema 3-4-3 no Verdão . Aquele mesmo que venceu o Flamengo, em Montevidéu, e que agora conta com um período significativo de preparação para ser aplicado e utilizado.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Paulistão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Confira a pré-lista de inscritos do Palmeiras para o Mundial de Clubes

Durante a pré-temporada, o Alviverde de Abel realizou cinco jogos-treino. Em todos eles a formação do time titular ou do reserva teve como esquema o 3-4-3, que já era uma alternativa durante as partidas, mas não necessariamente colocado como esquema oficial. Até porque, desde que assumiu a equipe, o treinador não teve um período de treinos para trabalhar esse sistema.

- (Raphael) Veiga como meia direita, ajustar o Piquerez um pouco por dentro sem bola, e com bola fazer o que nós gostamos de fazer, fazer o 3-4-3 - disse Abel em vídeo divulgado pela TV Palmeiras sobre o título da Libertadores.

Na frase acima, o comandante português contou como armou seu time para enfrentar o Flamengo, em Montevidéu, o que acabou surpreendendo a todos, inclusive os palmeirenses mais assíduos, que sabiam de forma decorada como jogava a equipe. Com Piquerez atuando como um terceiro zagueiro ao lado de Luan e Gómez, Scarpa pela ala esquerda, Mayke pela ala direita, Danilo e Zé Rafael pelo meio, e Raphael Veiga, Dudu e Rony em suas posições no ataque.

Uma pista de que isso será efetivado nesta temporada foi o último jogo-treino, em que Abel colocou titulares e reservas frente a frente. Veja as escalações:

Time Verde: Weverton; Gómez, Luan e Piquerez; Mayke, Danilo, Zé Rafael e Gustavo Scarpa; Raphael Veiga, Rony e Dudu.

Time Branco: Marcelo Lomba; Kuscevic, Murilo e Jorge; Marcos Rocha, Gabriel Menino, Atuesta e Wesley; Breno Lopes, Deyverson e Gabriel Veron.

O time Verde, inclusive, foi o mesmo que iniciou contra o Flamengo, no Estadio Centenario, pela final da Libertadores. No time Branco, por exemplo, Wesley ficou responsável pela ala esquerda, enquanto Jorge fez o papel de "fechar" mais na defesa com Murilo e Kuscevic. Marcos Rocha, que vinha sendo titular, por ora perdeu a vaga para Mayke, que foi muito bem na decisão continental.

Ainda que esteja moldando a equipe da forma que gostaria desde que chegou, Abel Ferreira não teve atendido dois de seus pedidos para este ano, por enquanto. O primeiro seria o zagueiro canhoto, para jogar nessa linha de três. Murilo, que chegou para suprir esse desejo, atua pela esquerda, mas é destro e nesse último "teste" foi o zagueiro central desse trio de zaga do 3-4-3.

O segundo pedido era o centroavante goleador, que jogue mais dentro da área, mas ofereça mobilidade para brigar fora dela. Essa solicitação do técnico português vem desde o término da temporada 2020 e até aqui não foi entregue. Sendo assim, ele segue jogando com Rony e com Deyverson, dependendo da situação, e vai ter Rafael Navarro, um jovem, que pode ganhar espaço, já que é o único que se assemelha ao que Abel Ferreira idealizou.

A primeira vez em que esse esquema será visto para valer em campo será no próximo domingo, quando o Palmeiras estreia na temporada 2022, enfrentando o Novorizontino, às 16h, em Novo Horizonte, em partida adiantada da quinta rodada da competição estadual. Provavelmente será também a última antes da estreia no Mundial de Clubes, uma vez que, até lá, por conta das convocações, o time ficará desfalcado em três rodadas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários