Palmeiras age pontualmente no mercado e recebe críticas pelo que deveria ser uma virtude
Alexandre Guariglia
Palmeiras age pontualmente no mercado e recebe críticas pelo que deveria ser uma virtude


Esta época do ano é marcada pelas movimentações do mercado de transferências , o que atiça as emoções do torcedor, até mesmo aqueles que estão de "barriga cheia" como o do Palmeiras. Mesmo com títulos e com quatro reforços contratados, parte da torcida alviverde está insatisfeita com a atuação do clube nesta janela . O que deveria ser virtude, tem gerado muitas críticas.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Paulistão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Confira a pré-lista de inscritos do Palmeiras para o Mundial de Clubes

Que o Verdão precisa de um centroavante ninguém discorda, assim como ninguém contesta que, com um jogador de peso para a posição, o time chegaria mais forte para a disputa do Mundial de Clubes, mas é preciso ponderar as condições que o mercado apresenta neste momento. Aliás, não somente o mercado, mas também a realidade financeira do Brasil.

Um atleta desse nível já seria caro em "condições normais", mas agora, com a escassez de nomes, a necessidade dos clubes e a moeda brasileira desvalorizada, ele se torna praticamente inviável para ser contratado, principalmente se for para tirá-lo de outro time. Apesar de alguns torcedores acreditarem nisso, o mercado do futebol do videogame não é o da vida real.

Se outros clubes, rivais ou não, têm sondado ou trazido um ou mais nomes de peso, é porque provavelmente precisam fazer algo diferente para tentar (repito: tentar) alcançar o patamar em que o Palmeiras já está juntamente com Atlético-MG e Flamengo. Para isso, necessitam fazer loucuras, extrapolando suas condições financeiras. Muitos deles não irão honrar seus compromissos, uma vez que vão apostar tudo em busca de resultados, que não vão conseguir.

Aí é que está a virtude do Verdão: ele não precisa fazer esse tipo exagero, nem comprometer as contas do clube. O reforço mais importante do Alviverde é a manutenção desse trabalho, da saúde financeira, investindo em aspectos que fazem a diferença, como estrutura, profissionais qualificados e formação de jogadores. Sem contar a manutenção de uma espinha dorsal do grupo.

O ótimo elenco do Palmeiras, que por razões clubistas acaba sendo subestimado, requer ajustes pontuais e, dentro das possibilidades do mercado atual, a diretoria tem conseguido fazer bons negócios, acima da média da concorrência nacional. Marcelo Lomba, Eduard Atuesta, Jailson e Rafael Navarro podem não ser nomes de peso, mas atendem ao que Abel Ferreira precisa.

Com as saídas do goleiro Jaílson, dos volantes Felipe Melo e Danilo Barbosa, além dos atacantes Willian e Luiz Adriano, houve a necessidade de reposição em alguns setores do grupo, que foram supridas com os reforços acima citados. Ainda estão faltando peças: o tão sonhado "9" e um zagueiro canhoto, desejo de Abel, mas as críticas tem sido muito maiores do que normal.

Aqui não há procuração para defender o clube, mas se faz necessário uma recomendação. Coloque a mão na consciência e pense se realmente é normal o nível das reclamações. Basta olhar em volta, nos clubes vizinhos, nos coirmãos, aquilo sim é desespero, é falta de perspectiva. Pode ser difícil perceber isso agora, mas talvez o Palmeiras esteja ainda mais forte do que eles. Mais do que isso, o Verdão está cada vez mais longe da realidade dessas equipes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários