Fora do Australian Open após ter visto cancelado, Djokovic acumula polêmicas. Veja a cronologia!
Lance!
Fora do Australian Open após ter visto cancelado, Djokovic acumula polêmicas. Veja a cronologia!


O tenista Novak Djokovic, número 1 do mundo, foi deportado da Austrália, onde disputaria o Australian Open a partir de 17 de janeiro, após ter seu visto negado . O motivo é a falta de certificado de vacinação contra a Covid-19.

Defensor das liberdades individuais, ele tem histórico de minimizar os cuidados relacionados à pandemia e de se posicionar contra a obrigatoriedade do imunizante.

O LANCE! traz agora uma linha do tempo sobre episódios envolvendo o veterano de 34 anos, que nas redes sociais ganhou os apelidos de "Djocovid" e "Novaxxx", brincadeira com as palavras não e vacina, em inglês.

Abril de 2020

Em uma live com outros atletas sérvios, Djokovic mostrou ser contrário à vacinação obrigatória, embora o mundo ainda nem tivesse vacina disponível naquela ocasião. A pandemia estava só começando.

- Pessoalmente eu sou contra a vacinação e não quero ser forçado por alguém a tomar uma vacina para poder viajar. Mas caso se torne obrigatório, o que vai acontecer? Vou ter que tomar uma decisão. Tenho meus próprios pensamentos sobre o assunto, e se eles vão mudar em algum momento, eu não sei.

Dias depois (21/4), Jelena Djokovic, esposa de Novak, recebeu uma punição do Instagram por espalhar fake news sobre a pandemia do coronavírus. A empresária publicou um vídeo em seu perfil com uma teoria da conspiração sobre a pandemia, que uma rede móvel de 5G seria a responsável pela transmissão do vírus. Dois dias depois, a postagem acabou sendo deletada pela rede social por se tratar de uma notícia falsa.

Junho de 2020

Naquele mês, o mundo vivia o auge da pandemia, com severos lockdowns e muitas mortes. Apesar disso, o tenista organizou um torneio com amigos em quatro cidades dos Balcãs, chamado Adria Tour, com o objetivo de arrecadar recursos para projetos sociais na região. A competição teve abraços, torcida e nenhum protocolo seguido pelas autoridades sanitárias.

- É claro que vidas foram perdidas e isso é horrível de ver na região e no mundo. Mas a vida continua, e nós, como atletas, estamos ansiosos para competir - comentou Djoko na ocasião.

Dois dias após o fim do torneio, Djokovic e os também tenistas Dominic Thiem e Alexander Zverev foram flagrados sem camisa e sem máscara em uma boate na Sérvia. Claro, houve aglomeração naquela madrugada daquele 15/6.

O tenista admitiu que errou ao realizar a competição com torcida e sem cuidados de distanciamento.

Ainda em junho, infectado com Covid

Em 23 de junho, ele e a esposa foram diagnosticados com a Covid-19. Antes, Grigor Dimitrov, Borna Coric e Viktor Troicki já tinham sido infectados. Eles também participaram do torneio com Novak.

Julho de 2020

Exatamente um mês depois, em julho, já recuperado da doença, ele foi flagrado curtindo uma praia na Espanha, mas sem máscara e aglomerado com os amigos.

Agosto de 2021: descontrole nos Jogos Olímpicos

Por conta da pandemia, os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 foram adiados para a metade do ano passado. Um dos episódios que marcaram o evento foi o um descontrole de Djokovic. Depois de perder a disputa pelo terceiro lugar, ele quebrou uma raquete e arremessou outra na arquibancada.

- A pressão é um privilégio. Sem pressão não há esporte profissional. Se você quer estar no topo do jogo, é melhor começar a aprender a lidar com a pressão. E como lidar com aqueles momentos dentro de quadra, mas também fora dela, todas as expectativas - disse ele três dias antes, em 28 de julho de 2021, provavelmente fazendo uma menção às críticas que passou por conta de sua postura sobre a Covid-19.

Ironizou Marcelo Melo

Outro episódio envolvendo Djokovic nos Jogos de Tóquio foi sua postura provocativa com Marcelo Melo na estreia das duplas mistas. Melo jogava ao lado da brasileira Luisa Stefani, enquanto Djoko formou parceria com a Nina Stojanovic. O brasileiro reclamou da atitude do número 1, que festejava intensamente cada ponto. Em algumas ocasiões, ele vibrou e gritou em direção à delegação brasileira.

- (A postura) me impressionou da maneira negativa, para ser bem sincero. Não tinha necessidade alguma. Dois dias atrás ele faz um vídeo falando do Brasil, da energia do Brasil e hoje joga dessa maneira. Teve um smash que ele deu nas minhas costas que não era necessário. Enfim, é jogo de tênis, cada um procura jogar da maneira que quiser, eu jamais faria isso - afirmou o brasileiro.

O sérvio ironizou as declarações de Melo após o jogo.

- Eu tentei provocá-lo? Sério? Não tenho nada a dizer sobre isso - disse Djoko.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários