Barrado em aeroporto, Djokovic tem visto negado na Austrália e será deportado, segundo jornal
TÊNIS NEWS
Barrado em aeroporto, Djokovic tem visto negado na Austrália e será deportado, segundo jornal


Após passar toda a madrugada na área restrita da imigração australiana no aeroporto de Tullmarine, em Melbourne, o sérvio Novak Djokovic teve sua entrada no país negada e deverá ser deportado, avança o jornal The Age.

As informações adiantas pelo The Age e que estão confirmadas por outros veículos de imprensa do país, informam que o visto de entrada do sérvio, dado em razão do pedido de isenção médica por não estar vacinado contra a COVID, foi cancelado pelas autoridades locais, após uma verificação dos comprovativos e documentos referentes a isenção.

Advogados de Djokovic estão apelando e buscam reverter a decisão do governo australiano.

Uma fonte ligada à federação australiana de tênis (Tennis Australia) declarou ao The Herald Sun que a ação imigratório foi "uma jogada publicitária, que tinha como alvo Djokovic", pois outros tenistas já entraram no país com a isenção médica dada.

A manobra a que se refere a fonte do The Herald Sun foi o pedido das autoridades de fronteira pedirem que o governo do estado da Victoria garantisse a isenção médica do tenista, o que não aconteceu.

As informações dão conta de que o tenista já foi informado de sua deportação e será levado para um hotel, onde esperará até que o próximo voo para sua casa seja realizado. Por ser um cidadão da Sérvia, Djokovic será deportado diretamente para seu país natal e não de residência.

Força Federal de Fronteiras confirma deportação

A Força Federal de fronteiras (ABF) autoridade dos processos de imigração nos aeroportos da Austrália, emitiu um comunicado há pouco confirmando a informação de que o visto de Djokovic foi mesmo cancelado.

"A ABF continuará a garantir que aqueles que chegam à nossa fronteira cumpram nossas leis e requisitos de entrada.

A ABF pode confirmar que o Sr. Djokovic falhou em fornecer provas apropriadas para atender aos requisitos de entrada na Austrália, e seu visto foi posteriormente cancelado.

Os não cidadãos que não possuem um visto válido na entrada ou que tiveram seu visto cancelado serão detidos e removidos da Austrália. A ABF pode confirmar que o Sr. Djokovic teve acesso ao seu telefone", diz o comunicado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários