Pedido por Abel, argentino ex-United entra no radar do Palmeiras
Rafael Ribeiro
Pedido por Abel, argentino ex-United entra no radar do Palmeiras


Com o aval do técnico Abel Ferreira, o Palmeiras vai iniciar as tratativas pela contratação do argentino Marcos Rojo, de 31 anos, ex-Manchester United, atualmente no Boca Juniors e que pode atuar tanto como zagueiro quanto lateral-esquerdo.


A informação foi publicada inicialmente pelo Uol e confirmada pelo LANCE! por pessoas da diretoria alviverde. Na imprensa argentina, o interesse palmeirense em Rojo viria desde dezembro, quando foram realizadas as primeiras consultas ao staff do zagueiro/lateral-esquerdo.

O jogador tem vínculo com o Boca Juniors até o final de 2022, o que forçaria o Verdão a abrir negociações com os argentinos para conseguir sua transferência. Há cláusula inclusive que permite a renovação automática até 2023 do vínculo se cumpridas certas exigências.

Segundo o site Transfermarkt, referência na avaliação de preços de atletas no mundo todo, Rojo valeria algo em torno de 3,6 milhões de euros. Mas existem outras atenuantes para o Palmeiras avançar nas negociações. Isso porque ele tem um dos maiores salários do clube portenho, é o atual capitão e tem imensa admiração da torcida.

Rojo preencheria os requisitos sonhados pelo treinador português, de ser canhoto e saber sair jogando se tornando opção para fazer uma ligação entre a defesa e o meio-campo.

Atualmente, o Palmeiras tem apenas Renan como opção de canhoto entre seus zagueiros. Valber Huerta, cuja contratação fora acertada junto ao Universidad Católica, acabou reprovado nos exames médicos em dezembro.


Após Huerta, o Verdão buscou dois nomes de zagueiros canhotos, Samir, ex-Flamengo, e Gustavo Dulanto, do Sheriff, da Moldávia, mas não houveram avanços nas negociações.

Além do fator tático, Abel conhece o argentino dos tempos em que trabalhou no Sporting B. Rojo defendeu a equipe principal de Lisboa entre 2011 e 2013.

Rojo saiu do Sporting para atuar no Spartak Moscou, da Rússia, onde acabou vendido ao Manchester United pouco depois após participação de destaque na seleção argentina vice-campeã da Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

Ficou sete anos no futebol inglês, onde acabou atuando de zagueiro nas mãos do técnico português José Mourinho, posição pela qual disputou também o Mundial de 2018. Está desde 2021 no Boca, onde desfalcou o clube em algumas partidas por problemas físicos.
+CONFIRA O CAMINHO DO PALMEIRAS NO MUNDIAL DE CLUBES

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários