Desempenho, crise e regras da La Liga: o porquê do Barcelona querer se desfazer de Philippe Coutinho
João Marcos Santana*
Desempenho, crise e regras da La Liga: o porquê do Barcelona querer se desfazer de Philippe Coutinho


Contratação mais cara da história do Barcelona , o meia-atacante Philippe Coutinho chegou à Catalunha em janeiro de 2018 após o clube blaugrana pagar 135 milhões de euros ao Liverpool (além de variáveis no contrato). No entanto, a expectativa de sucesso que a equipe espanhola depositou no brasileiro foi por água abaixo, e depois de quatro anos ele pode deixar o Camp Nou.


Com pouco espaço no elenco culé, as razões para uma possível saída do camisa 14 são as mais variadas. Desde o desempenho de Coutinho, passando por regras da liga espanhola e a crise financeira do Barcelona, até os recorrentes problemas de lesão do jogador.

+ Veja a tabela e os jogos da La Liga

A chegada de Philippe Coutinho ao Barcelona completa quatro anos neste mês de janeiro. Apesar disso, o meia passou uma temporada emprestado ao Bayern de Munique entre 2019 e 2020. Em todo o período que esteve a serviço dos catalães, foram 106 jogos, 25 gols e 14 assistências. Philippe Coutinho - Barcelona

Philippe Coutinho fez 16 jogos e marcou dois gols pelo Barcelona na atual temporada (Foto: JOSE JORDAN / AFP)

Coutinho nunca conseguiu repetir as boas atuações da época de Liverpool com a camisa do Barcelona. Vivendo o auge de sua carreira nos Reds, o brasileiro foi contratado pelo clube catalão como reposição a Neymar, que foi para o Paris Saint-Germain em agosto de 2017 .

O desempenho abaixo do esperado se deve também pelas seguintes lesões que Philippe teve de enfrentar. A mais recente delas foi em dezembro de 2020, quando machucou o joelho esquerdo e precisou passar ao todo por três cirurgias antes de voltar a entrar em campo, em setembro do ano passado.

O principal motivo para o Barcelona querer se desfazer de Philippe Coutinho, porém, não tem a ver com seu rendimento dentro das quatro linhas. Vivendo uma grave crise financeira, o clube catalão admitiu que em março de 2021 a dívida total era de 1,35 bilhão de euros (R$ 8,3 bilhões).

Tal crise financeira foi determinante para a saída de Lionel Messi, maior ídolo da história do Barcelona. Em agosto do ano passado, o Barcelona não conseguiu renovar o contrato do argentino , que saiu sem custos e acertou com o Paris Saint-Germain .

+ Philippe Coutinho na lista! Veja nomes que vão agitar o vaivém europeu

A La Liga, entidade que organiza o Campeonato Espanhol, adota o seu próprio sistema de regras com o Fair Play Financeiro (FFP, na sigla em inglês). De acordo com a associação, os clubes têm um limite pré-estabelecido para arcar com despesas como salários de jogadores e demais membros de um time.

Leia Também

Javier Tebas, presidente da La Liga, e Josep Maria Bartomeu, ex-presidente do Barcelona

Javier Tebas, presidente da La Liga, e Josep Maria Bartomeu, ex-presidente do Barcelona que aumentou a dívida do clube (Foto: AFP)

Por conta disso, o Barcelona não pode inscrever novos jogadores no Campeonato Espanhol sem antes se desfazer de outros atletas que liberariam espaço na folha salarial. É o caso do atacante Ferrán Torres, recém-chegado do Manchester City , que ainda não foi registrado na La Liga .

Philippe Coutinho atualmente é dono do maior salário do Barça. Após as saídas de Messi e Antonie Griezmann , o brasileiro lidera a lista, com vencimentos na casa de 15 milhões de euros (R$ 96,3 milhões) por ano, segundo a imprensa espanhola. Este valor corresponde a mais de R$ 8 milhões por mês.

Especulações envolvendo o nome de Philippe Coutinho para uma saída são frequentes no noticiário europeu, o que seria bom para o Barcelona, caso confirmadas. Inter de Milão , Milan , Everton, Arsenal , Newcastle e Leicester já foram alguns times que o brasileiro teve o nome ligado. Recentemente, no fim de 2021, a imprensa espanhola disse que o Flamengo é um dos interessados .

* Estagiário, sob supervisão de Aigor Ojêda.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários